Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bloco da Vila Madalena abre espaço para o rock no Carnaval de SP

Let's Block desfila pelo terceiro ano seguido tocando apenas músicas do estilo

Ao mesmo tempo em que dezenas gêneros musicais ampliaram seus espaços no Carnaval, o rock’n’roll ainda está longe de ser o mais mais popular da folia. Tradicionalmente, o estilo entra em cena nos trios elétricos apenas de forma incidental, em uma homenagem ou outra a artistas que popularizaram riffs e distorções.

Mesmo assim, neste domingo, o Let’s Block tocou exclusivamente músicas do estilo para centenas de foliões vestidos de preto na Vila Madalena, Zona Oeste de São Paulo. “Nossa ideia é sermos um bloco com a energia do Carnaval e a vibração do rock. Por isso, não tocamos músicas em forma de marchinhas de Carnaval. Tocamos como elas são, com o peso da guitarra e bateria”, explicou Alexandre Simas, um dos fundadores.

O bloco surgiu em 2017 em parceria de três amigos publicitários. No primeiro ano, o Let’s Block desfilava na Pompeia, mas mudou-se para a Vila Madalena no ano seguinte. Este ano, fechou uma parceria com uma rádio especializada no estilo. “O intuito é trazer uma opção para aquela galera que só curte rock e também para o folião que gosta de rock e de variar os estilos musicais nos blocos”, conta Simas.

“Esse é nosso terceiro ano. Temos agora uma bateria maior, e provavelmente vamos crescer. Mas não temos o objetivo de nos tornarmos um bloco gigante, por isso desfilamos na Vila Madalena, onde as ruas são menores, o que impede o crescimento”, explicou o publicitário.

Com um grupo de amigos, todos com camisas de bandas de rock, como boa parte do público, Patricia Rapace explicou que mudou seu hábito de viajar no Carnaval pelo aumento de opções de blocos de rock nas ruas paulistanas.

“Não gosto de samba, de desfile, mas gosto do clima de Carnaval. Antes sempre viajava no feriado com os amigos, mas este ano resolvemos ficar e nos reunimos para curtir os blocos que tocam rock, que aumentaram nos últimos anos”, contou Rapace.