Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Bilheteria de cinema nos EUA tem pior queda em oito anos

Analistas apontam leva de filmes fraca e Copa do Mundo como possíveis razões para explicar a diminuição de 15% na receita cinematográfica

Por Da Redação - 1 set 2014, 12h04

O cinema não foi o lugar favorito do público americano na temporada de verão este ano. O período considerado lucrativo, que começa na metade do primeiro semestre do ano, início da primavera, e tem seu auge entre junho e agosto, por causa das férias escolares e de feriados prolongados, sofreu uma queda de 15% em relação a 2013. Este é o pior resultado do mercado cinematográfico nos Estados Unidos desde 2006. Com a correção da inflação, o saldo é considerado o pior dos últimos 17 anos.

De acordo com o jornal The Guardian, na mesma época do ano passado, o primeiro semestre de bilheteria americana alcançou a marca de 4,85 bilhões de dólares em bilheteria. Este ano, estima-se que a soma chegue a 4 bilhões de dólares.

Leia também:

Bilheteria britânica encolhe pela primeira vez em dez anos

Publicidade

Serviços de streaming vão superar o cinema até 2017

‘A TV e o cinema vão ser uma coisa só – na internet’, diz guru dos roteiristas americanos

Um dos motivos apontados pelos analistas seria a combinação de filmes fracos, como Transformers 4 e As Tartarugas Ninjas, que conseguiram bons resultados em bilheterias pelo mundo, mas não decolaram nos Estados Unidos. Outros que alcançaram um resultado melhor, mas irrisório, foram A Culpa É das Estrelas, Planeta dos Macacos: O Confronto e Guardiões da Galáxia. A Copa do Mundo 2014, sediada no Brasil entre junho e julho, também aparece entre as possívels razões da queda.

Segundo o site especializado Box Office Mojo, Guardiões da Galáxia alcançou neste fim de semana a marca de filme mais visto no ano nos Estados Unidos, com 274 milhões de dólares arrecadados por lá até o momento, seguido por Capitão América 2: O Soldado Invernal (259 milhões de dólares) e Uma Aventura Lego (257 milhões de dólares). Para comparação, o ranking no mesmo período do ano anterior foi dominado por Homem de Ferro 3 (409 milhões de dólares), Meu Malvado Favorito 2 (368 milhões) e O Homem de Aço (291 milhões).

Publicidade

Leia também:

Público nos cinemas brasileiros cresce 10% em 2014

Publicidade