Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Belga Raf Simons assume o lugar de John Galliano na Dior

Estilista britânico foi demitido por protagonizar vexantes ataques antissemitas

Por Da Redação - 9 abr 2012, 15h07

O estilista belga Raf Simons, de 44 anos, foi nomeado nesta segunda-feira o novo diretor artístico da Dior, onde substitui o britânico John Galliano, demitido há mais de um ano. Raf Simons, que terá a sua primeira coleção Christian Dior Haute Couture apresentada em Paris em julho, será responsável pelas coleções de alta costura, de prêt-à-porter (moda feita para consumidores médios) e de acessórios femininos da maison.

O suspense em torno do sucessor de John Galliano durava mais de um ano. O extravagante estilista britânico foi demitido em março de 2011 após fazer, alcoolizado, ataques antissemitas em um café de Paris. A justiça francesa condenou Galliano em setembro a 6.000 euros de multa com sursis. O estilista foi julgado em dois processos, um aberto por ofensas proferidas a um casal em outubro de 2010 e o outro, por xingamentos a uma senhora, em fevereiro de 2011. Pelo primeiro, ele terá de pagar multa de 2.000 euros e, pelo segundo, de 4.000 euros.

A punição foi “moderada”, já que o tribunal levou em consideração a evolução do estilista, que decidiu tratar seus vícios e fez um pedido de desculpas às vítimas.

(Com agência France-Presse)

Publicidade