Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘BBB15’: Após paredão, Cézar revela seu grande segredo

Graças à comoção de permanecer no reality, o caubói decidiu que era hora de dar fim ao mistério. A revelação surpreendeu... só que não

E não é que Cézar Lima resolveu, finalmente, contar o tal segredo misterioso aos colegas do Big Brother Brasil? Após escapar do paredão, nesta quarta-feira de madrugada, o caubói cessou a curiosidade dos confinados e dos espectadores, mas, como é de costume com o “adevogado” do Paraná, a revelação foi para lá de decepcionante.

Ao contrário da novela mexicana que os participantes haviam tentado criar – Será que o rapaz é policial? Ou será que tem filhos por aí? – a questão era religiosa. O estudante afirmou para Fernando, Mariza e Adrilles que é abençoado pelo Espírito Santo. Lima afirmou: “Este é meu segredo. O ser humano recebe três dons: carisma, empatia e entusiasmo”. Para reforçar a sua importância no programa, notificou o trio de que sua tia é freira e seu primo é padre. Ou seja, desde pequeno possui formação católica.

Cézar então resolveu continuar a confissão para os rapazes da paróquia do BBB. Ele contou que não tem amigos verdadeiros fora do reality – assim como também não os possui dentro da “nave louca”. “Tenho um milhão de colegas e nenhum amigo. Nunca questionei. Sempre foi natural. Talvez pelo meu estilo de vida. Eu não bebia. Não frequentava bar. Sempre fui muito de igreja”, ressaltou.

Leia também:

‘BBB15’: Talita é eliminada com 60% dos votos

‘BBB15’: cantadas do poeta chato levam Tamires ao desespero

Além de ginecologista, ‘BBB15’ merece visita de psicólogo

Depois, ainda, quis esclarecer porque seus relacionamentos nunca deram certo. “Eu trato diferente as minhas namoradas. Cuido delas como se fossem filhas. Não deu certo por causa disso”, conta o rapaz que garante não ter um namoro sério há três anos.

Antes de revelar seu grande segredo, o brother deixou claro para os colegas de confinamento que há algo além em sua falta de jeito para relacionamentos. “Eu sou um cara bem individual. Não que eu seja egoísta. Sempre fui mais eu. Gosto de fazer do meu jeito, ter as minhas opiniões. Vou ficar individual”, disse sobre seu jogo na casa.

Fernando então retruca: “Uma coisa é ser individual. Outra é ser individualista”. Sem entender, Cézar responde: “Me considero individual”. Adrilles aproveitou para deixar o cargo de poeta para assumir o de psicólogo. “Para ter uma amizade profunda e verdadeira, você precisa se abrir”, pondera o rapaz, antes de Cézar fazer outra revelação: “Me sinto sozinho”. Por que será?