Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘BBB15’: Após briga, Luan desponta como o novo vilão

O ex-militar arranjou confusão com os confinados do reality e conseguiu deixar Adrilles fora de si. “Bandidinho, seu lugar é em outro confinamento”, disse, exaltado, o poeta mineiro

Se o melodrama é o principal componente do Big Brother Brasil 15, a Noite Mexicana, desta quarta-feira, não poderia decepcionar os espectadores, em especial aqueles que acompanham o programa via pay per view. O elenco incorporou um verdadeiro folhetim mexicano, houve muitas brigas, lágrimas e ofensas espalhadas pela casa. Luan fez o vilão perfeito, enquanto Amanda e Fernando tentaram interpretar os mocinhos. Até o sonso Adrilles foi parar no rolo.

Luan tentou algumas investidas, fracassadas, em Amanda. O rapaz começou com o tradicional xaveco de elogios básicos, exaltando a beleza e personalidade “incrível” da moça. Já a sister, desconfortável, pediu para que o carioca tivesse mais limites, principalmente em relação a brincadeiras e insinuações com Fernando. Isso foi o suficiente para que o colega se alterasse e partisse para os gritos: “Eu falo o que penso, se você não aceita, dane-se!”. Quando a briga tomou proporções maiores, a empresária berrou: “Homem nenhum encosta em mim. Não vou admitir nenhum tipo de agressão e preconceito comigo”, e dirigiu-se ao quarto na busca de algum amigo.

Leia também:

‘BBB15’: Após paredão, Cézar revela seu grande segredo

‘BBB15’: cantadas do poeta chato levam Tamires ao desespero

‘BBB15’: Talita é eliminada com 60% dos votos

Após Amanda chegar aos prantos no cômodo e tremendo de nervosismo, a cavalaria colocou-se a postos para defender a honra da jovem. Fernando e Rafael perguntaram para Luan o que, de fato, aconteceu. O gerente de salão de cabeleireiro avisou ao produtor cultural que apenas quis ajudá-lo e ainda admitiu não aguentar a paixonite da paulista por ele, um clássico sintoma de ciúmes. “Ela não te respeita. É melhor eu falar isso na sua cara. Ela não aceita isso”, diz Luan. O galã carioca, ao invés de tomar alguma atitude de argumentação, usou uma de suas novas habilidades na casa… o choro. Adrilles resolve acalmá-lo: “Isso é provocação barata, Fernando. Ele (Luan) está fazendo jogo. Vocês estão entrando na pilha dele. Ele está conseguindo o que quer”. Para cessar o “chororô”, o mineiro pediu para que todos acalmassem os ânimos.

Como tudo o que está ruim, tem grandes chances de piorar, Luan não quis se calar e insistiu em manter o “barraco”. O brother entrou no quarto aos berros, dizendo: “Eu sou homem suficiente e não tenho que esperar passar para falar o que tenho que falar”. Ele continuou teimando na história de que Amanda está apaixonada por Fernando. A empresária decidiu saber por que aquilo incomodava tanto o confinado. Para se esquivar da resposta, o ex-militar afirmou que Adrilles também pensa assim. O poeta maluco negou e pediu que o colega parasse de apontar o dedo em sua cara. Assim que a discussão atingiu os altos decibéis, toda a casa foi obrigada a separar o xarope do vilão. “Eu queria conversar e você veio me ofender. Você tem linguajar de bandidinho, seu lugar é em outro confinamento”, disse o poeta. Cada um foi para um lado e a briga finalmente ganhou um fim. Mais tarde, ambos pediram desculpas pelo ocorrido. Agora, só resta aguardar os próximos capítulos do dramalhão.