Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Barraco no funk: Anitta acusa empresários de roubá-la

Funkeira rompeu contrato com a K2L Empreendimentos Artísticos, abriu a própria empresa e entrou com processo por desvio de cerca de R$ 2,5 milhões

A funkeira Anitta anunciou nesta sexta-feira o rompimento do contrato com seus empresários, donos da K2L Empreendimentos Artísticos. No comunicado enviado à imprensa, a cantora informa ainda que abriu a própria empresa, a Rodamoinho Produções Artísticas, que passa a ser a “administradora oficial de sua carreira”. Nada muda em relação à gravadora Warner Music, completa o documento.

Mas há muito barraco por trás da nota oficial. Anitta abriu um processo contra a K2L, acusando-a de ter desviado cerca de 2,5 milhões de reais de contratos comerciais dela. Os empresários Kamilla Fialho, Rafa Brahma e Juliana Mendes cuidavam da carreira da funkeira desde 2012. O rombo teria sido descoberto depois que Anitta contratou uma auditoria para fiscalizar as contas da empresa.

A K2L não se manifestou sobre o assunto. E Anitta limitou-se a confirmar o rompimento do contrato. Segundo informações obtidas no site do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, o processo corre pela 6ª Vara Cìvel, Regional Barra da Tijuca (confira abaixo). Larissa de Macedo Machado é o nome verdadeiro de Anitta, que exige prestação de contas dos (agora) ex-empresários.

Processo aberto por Anitta contra a K2L Empreendimentos Artísticos Processo aberto por Anitta contra a K2L Empreendimentos Artísticos

Processo aberto por Anitta contra a K2L Empreendimentos Artísticos (/)