Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Bake Off Brasil’ repete fórmula com apresentadora sem função e jurado malvado

No reality do SBT, que estreou no último sábado, Ticiana Villas Boas é a ‘nova versão’ de Ana Paula Padrão, do ‘MasterChef’, e Fabrizio Fasano Jr. faz o avaliador com língua afiada

O novo reality culinário do SBT, Bake Off Brasil – Mão na Massa, que estreou no último sábado, não saiu da zona de conforto estabelecida por outros programas semelhantes, como o MasterChef, da Band, e o Cozinha sob Pressão, do próprio SBT. A jornalista Ticiana Villas Boas, responsável pela apresentação da atração, tem tão pouco trabalho quanto Ana Paula Padrão, que fica à frente do MasterChef e tem sua participação resumida a basicamente explicar como as provas funcionam – algo que poderia ser feito por um dos jurados, que acompanham todo o processo – e a fazer a contagem regressiva para o final das atividades.

Leia também:

Ticiana Villas Boas vai comandar novo reality show no SBT

Muçulmana e diarista estão entre competidores de ‘Bake Off Brasil’

Durante o primeiro episódio, Ticiana, que saiu da Band porque queria deixar o jornalismo e se aventurar no entretenimento, passou o tempo conversando com os doze participantes e dois jurados e fazendo perguntas como: “Você achou que a apresentação não está bonita, então?”, depois que o publicitário Fabrizio Fasano Jr., um dos membros do júri, já havia detonado o bolo do concorrente Michael exatamente por sua aparência. A pergunta, retórica, foi ignorada por Fasano e a avaliação seguiu em frente.

O jurado, aliás, encarna com bastante segurança o papel do avaliador malvado, tipo já conhecido por quem acompanha reality shows culinários. À la Erick Jacquin, Paola Carosella e Henrique Fogaça, do MasterChef, e Carlos Bertolazzi, do Cozinha sob Pressão, Fabrizio Fasano Jr. foi responsável pela cota de humor e maledicência ao julgar os bolos e tortas dos participantes. “Você não sabe se é um brigadeiro ou um pouquinho de cocô de cavalo”, disse ele em dado momento ao engenheiro químico Ayrton.

Já a chef confeiteira Carol Fiorentino, a outra jurada, é a “fofa” do programa e oferece avaliações técnicas e dicas úteis aos concorrentes. “Está com muito gosto de manteiga. Quanto você colocou de manteiga nessa receita?”, perguntou à blogueira Juliana, que foi a primeira eliminada do Bake Off Brasil. Ainda que repita fórmulas, a atração cumpre sua função, que é entreter o público. A audiência concorda: o programa marcou 6,9 pontos de média, com 8,5 pontos de pico.