Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Baby do Brasil alerta para ‘manobra’ a favor da corrupção

Cantora volta ao palco com os Novos Baianos em São Paulo nesta sexta-feira, com a turnê 'Acabou Chorare'

Baby do Brasil esteve afastada dos holofotes, mas não tirou os olhos da política. Em turnê pelo Brasil com os Novos Baianos, que passa por São Paulo nesta sexta-feira, no Espaço das Américas, a cantora acredita que o país vive um momento “fantástico”, e chama os brasileiros para “arregaçarem as mangas” e construir um futuro melhor. “Precisamos da participação de todos para que a mudança a que temos assistido não seja interrompida por nenhuma ‘manobra'”, diz Baby a VEJA. Em entrevista, a cantora comentou sobre o novo momento dos Novos Baianos, sobre sua família e seu novo trabalho solo.

Depois de tantos anos separados, como está a convivência dos Novos Baianos? Está muito gostosa. Estamos sempre rindo e desfrutando do amor que sempre nos uniu.

Os conflitos antigos afetam a relação de vocês? Nossos conflitos sempre foram bem “família”. Agora que estamos mais maduros, tudo é motivo de comunhão, crescimento e entrosamento.

Por que agora é o momento da reunião? Nunca planejamos essa hora, ela aconteceu pela mão de Deus. Recebemos um convite para a reinauguração da Concha Acústica de Salvador, local onde fizemos muitos shows no tempo da ditadura. Foi impossível recusar! Aceitamos, e tudo recomeçou.

Em plena ditadura militar, os Novos Baianos construíram uma comunidade “anárquica” em Jacarepaguá. Seus ideais políticos mudaram desde então? Nós vivíamos como uma família. Limpávamos a casa juntos, cozinhávamos  — alguns melhor que os outros – fazíamos campeonato de bolo na madrugada, tocávamos o dia inteiro. Às vezes, um pegava a camisa do outro emprestada sem pedir (risos), mas nada de bagunça, apenas muita liberdade para criar! Estávamos mais para “Adão e Eva no Paraíso sem Pecado e sem Juízo” do que para uma anarquia, vivendo a vida de uma maneira linda, totalmente “Paz e Amor”! Nossos ideais continuam os mesmos: saúde, educação, lazer, e muita arte para que a cultura esteja viva! Vida com dignidade para os brasileiros.

Qual a saída para a atual crise política do Brasil? Para mim, vivemos um momento fantástico! Finalmente nossos filhos, netos e bisnetos irão acreditar que o crime não compensa e que o Brasil é um país sério. No entanto, a situação é delicada e precisamos da participação de todos para que a mudança a que temos assistido não seja interrompida por nenhuma “manobra”. A saída é não acreditar que estamos afundando, e arregaçarmos as mangas para proteger a nossa terra da corrupção. Estamos vencendo um passado de mar de lama, onde o brasileiro estava preso em cativeiro. Nós somos o melhor povo da terra! O mais alegre e criativo e que não gosta de guerra! Somos do amor, um povo de fé, uma nação cristã.

Você ficou chateada quando suas filhas mudaram de nome? De forma alguma, na verdade eu sugeri essa mudança. Nós damos os nomes de que gostamos para os nossos filhos, e eles têm o direito de mudar se não se adequarem.

Quais seus planos futuros, além da Dança dos FamososA dança é uma grande alegria para mim, faço muito no meu show. No dia a dia, estou quietinha gravando um novo álbum autoral, há muito que não fazia isso. Estou num momento de ebulição! O disco sairá depois da temporada com os meus irmãos Novos Baianos.