Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Astros de Hollywood levam as araras do filme ‘Rio’ ao Complexo do Alemão

Anne Hathaway e Jesse Eisenberg conversam com alunos de escolas públicas em pré-estreia especial para crianças do conjunto de favelas

“Nunca desistam dos seus sonhos”, aconselhou o brasileiro Carlos Saldanha

Uma arara-azul que fala só é possível no cinema. Igualmente inimaginável seria ver astros de Hollywood no Complexo do Alemão, o conjunto de favelas da zona norte do Rio que, até menos de um ano atrás, era um lugar perigoso até para policiais e militares.

Na manhã desta sexta-feira, no entanto, o impossível se realizou para um pequeno grupo de crianças do Alemão. A apresentadora do Oscar 2011, Anne Hathaway, acompanhada de Jesse Eisenberg, astros hollywoodianos que dublaram o filme ‘Rio’, do brasileiro Carlos Saldanha, desembarcaram na favela Nova Brasília, para uma pré-estreia exclusiva da animação, no CineCarioca.

A terceira ‘mágica’ do dia foi fazer com que crianças pobres vissem a animação Rio antes do resto do mundo – o que só deve ocorrer em 8 de abril.

Hathaway e Eisenberg, que fazem as vozes das araras-azuis Jade e Blu, se emocionaram com a alegria das 67 crianças e professores da rede municipal de ensino na premiére especial. Carlos Saldanha, o diretor, citou-se como exemlpo de que “nunca se deve desistir dos próprios sonhos”. Saldanha contou que, quando era menino em Marechal Hermes, no subúrbio do Rio, não imaginava que faria tanto sucesso na carreira de quase 20 anos nos Estados Unidos.

Foi Saldanha quem apresentou os atores norte-americanos e falou sobre os papéis que eles desempenham no filme. Sorridente, Anne cumprimentou o público com um sonoro “bom dia”, em português, e depois passou a se reportar ao diretor, que fazia a tradução simultânea para a criançada. “Estou muito feliz de estar aqui com vocês. Vocês estão animados também?”, perguntou a atriz.

Mais à vontade, Jesse preferiu mostrar o seu lado infantil e brincou com a criançada. Falando em inglês e fazendo mímica para se fazer entender ele disse: “Muito obrigado por vocês terem vindo ver o filme, mas não tirem os óculos 3D no meio do filme para poderem curtir tudo”, ensinou.

Saldanha, então, abriu uma sessão de perguntas aos atores. O primeiro a se pronunciar foi o menino Pablo Elias, de 10 anos, morador do Complexo do Alemão e aluno da Escola Municipal Professor Afonso Várzea. O estudante queria saber como Eisenberg fazia para colocar a voz dele no filme. “É bem legal fazer a voz do Blu, não vemos o filme para fazer esse trabalho. Nós entramos em um estúdio com um microfone e olhamos apenas para uma foto da personagem e criamos as vozes”. Carlos Saldanha complementou a resposta do ator e explicou: “Nos estados Unidos nós primeiro gravamos as vozes e depois fazemos a animação”, completou.

Inocentes as crianças, da 3ª série e 4º ano do ensino fundamental, ainda perguntaram se os atores tiveram que aprender Português para atuar em ‘Rio’. Anne tratou de tirar a dúvida. “O filme é traduzido para várias línguas e é impossível para nós aprendermos todas elas. Mas vocês vão poder ver que em alguns momentos a Jade fala em português. Nessas horas sou eu mesma dirigida pelo Carlos. Ele me ensinou a pronúncia certa de algumas palavras”, afirmou a atriz, sem saber que em todas as quatro sessões gratuitas apresentadas no CineCarioca Nova Brasília a dublagem será em português. Na versão brasileira, os protagonistas da animação foram dublados pelos atores Philippe Maia (o Remy de Ratatouille) e Priscila Amorim (a Mulher-Maravilha da Liga da Justiça).