Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

As sete maravilhas naturais terão um museu e parques temáticos

Puerto Iguazú (Argentina), 26 mai (EFE).- A fundação ‘New 7 Wonders’ quer construir um museu das sete maravilhas da natureza e parques temáticos em cada um desses lugares, disse neste sábado o presidente da organização, Bernard Weber.

‘Estamos estudando um projeto de construção de um museu das sete maravilhas naturais e queremos que em cada uma delas exista um parque temático para que quem visite uma possa conhecer as outras seis em miniatura’, disse Weber em entrevista coletiva na cidade argentina de Puerto Iguazú.

Weber e autoridades argentinas, lideradas pelo ministro de Turismo, Enrique Meyer; o governador da província de Misiones, Maurice Closs; e o intendente de Puerto Iguazú, Marcelo Sánchez, participaram do ato em que as cataratas do Iguaçu receberam a placa de bronze que as distingue como uma das sete maravilhas da natureza.

Segundo o fundador e presidente de ‘New 7 Wonders’, a localização do museu depende do interesse dos lugares escolhidos como as sete maravilhas da natureza e dos investidores que queiram financiá-lo, mas disse que ele gostaria que fosse no meio da floresta que rodeia as cataratas do Iguaçu, formadas por 275 quedas de água compartilhadas entre Brasil e Argentina.

Sobre os parques temáticos, Weber declarou que o projeto procura dotar cada uma das sete maravilhas naturais com um espaço de tecnologia no qual possam ser reproduzidas as outras seis.

A fundação ‘New 7 Wonders’ escolheu em novembro do ano passado, através de uma votação mundial pela internet, as sete maravilhas naturais.

Os lugares escolhidos foram, além das cataratas do Iguaçu, a floresta amazônica compartilhada por vários países sul-americanos, a ilha de Jeju (Coreia do Sul), o rio subterrâneo de Puerto Princesa (Filipinas), a baía de Halong (Vietnã), o Parque Natural de Komodo (Indonésia) e a montanha da Mesa (África do Sul).

O ato no qual foi entregue a placa de bronze de 130 quilos que credencia as cataratas como uma das sete maravilhas naturais ao parque situado em Puerto Iguazú, do lado argentino, foi uma continuação do realizado na sexta-feira à noite na vizinha cidade brasileira de Foz do Iguaçu.

A festa deste sábado foi animada por cerca de 700 crianças participantes do Terceiro Festival de Orquestras Infanto-Juvenis, que interpretaram obras clássicas e populares de seus países.

Participaram orquestras formadas por crianças e adolescentes de Brasil, Argentina, Angola, Bolívia, China, Equador, França, Paraguai, Rússia e Trinidad e Tobago.

A ‘consagração oficial’ das cataratas do Iguaçu ‘representa um antes e um depois para a Argentina’, disse o ministro Meyer, que prevê que o parque do Iguaçu ‘vai se posicionar como um dos grandes atrativos turísticos da América do Sul’.

O governador de Misiones, em cujo território está Puerto Iguazú, disse que a distinção como uma das sete maravilhas naturais ajuda a divulgar no mundo o parque das cataratas e o consolida como ‘o principal destino turístico do interior da República Argentina’. EFE