Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Artistas lamentam morte da vereadora Marielle Franco: ‘Guerreira’

Caetano Veloso, Elza Soares e o rapper Emicida foram alguns dos nomes que usaram as redes sociais para prestar homenagens

Artistas usaram as redes sociais para prestar homenagem à vereadora Marielle Franco (PSOL), morta na noite desta quarta-feira, enquanto voltava para casa, após um evento com jovens negras no bairro da Lapa, no Rio de Janeiro. Ativista do movimento negro e pelos diretos da mulher, Marielle foi assassinada a tiros, dentro do carro. “Descanse em paz, guerreira. (E assim nossas esperanças se despedaçam a cada dia que passa, muito triste)”, escreveu o rapper Emicida no Twitter

A cantora Elza Soares postou uma foto de Marielle e convocou: “Mulher, negra, ativista, defensora dos direitos humanos. Marielle Franco, sua voz ecoará em nós. Gritemos!”. Camila Pitanga usou a mesma imagem no Instagram e também falou em dar sequência à luta de Marielle: “Vamos transformar a nossa dor na luta que ela travava! Apesar do medo, vamos adiante!”. Junto, usou a hashtag “Intervenção é farsa”.

Veja também

 

Caetano Veloso compartilhou um vídeo em que canta a música Estou Triste, composição do álbum Abraçaço (2012). Na legenda da postagem, utilizou a hashtag “Luto por Marielle” e mencionou o 342 Artes, movimento de defesa da liberdade de expressão. 

Mônica Iozzi usou a sua conta do Instagram para desabafar: “Ela lutava pela paz, por oportunidades iguais para todos. Denunciava a corrupção na câmara, na polícia… É assim que terminam as pessoas que lutam por justiça neste país? Estou em choque, arrasada. Este assassinato tem que ser investigado muito seriamente. Estes monstros não podem sair impunes”.

Daniela Mercury mandou uma mensagem de esperança: “O amor será sempre a forma de luta dos fortes. Estamos chorando sua morte e nos conectando com seu amor pela vida”.

A atriz Nathalia Dill compartilhou o relato da única vez que se encontrou com Marielle, junto com uma montagem de três fotos: “Fiz esses registros quando a vi falar pessoalmente pela primeira vez. Nunca imaginaria que seria a última. Quando ela estava saindo, à francesa, deu meia volta pra se despedir de mim, me chamou pelo nome, fiquei toda boba”, escreveu. “Votei nela com toda a minha fé e fiz toda a minha família votar. Mulher Forte, defendia causas justas, estava sempre à frente das lutas mais importantes. Meu coração e minha esperança estão dilacerados. Ainda parece mentira, uma piada de muito mau gosto. Hoje, o mundo ficou mais triste.”

Walcyr Carrasco também prestou a sua homenagem. O autor postou nas redes sociais uma imagem de Marielle na quinta-feira e nesta sexta, ainda compartilhou uma tirinha do cartunista Quinho.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Denise goncalves

    O que me aborrece é que ninguém faz homenagens quando morre um trabalhador! , Policiais também moram na favela são pobres , e desrespeitados principalmente por “artistas” que usam a mão de obra quando lhes interessa , tanto da policia quanto do traficante.

    Curtir

  2. José Delcinir Esperandio

    É muita demagogia desses famosos com o bolso cheio de grana. Quantos já morreram e você ficaram caladinhos.

    Curtir

  3. A maioria destes “artistas” nem deve ter tido contato com a vereadora.
    ————————————————–
    Mas agora, neste evento, é fácil ter um monte de celebridade-acéfala levantando a bandeira contra a polícia, o exército, a ordem estabelecida, as instituições, a democracia, a Igreja, a Moral, etc etc etc…
    —————————————————————————————————–
    Só faltou a P*ta Gil se manifestar pra ser a cereja-do-bolo do “politicamente correto”. : – (

    Curtir

  4. Ataíde Jorge de Oliveira

    Urubu na carniça

    Curtir

  5. Eu? Eu só passei aqui pra ler os comentários dos fascistas. Só isso.

    Curtir