Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Artistas homenageiam Bibi Ferreira: ‘É uma estrela que não morre’

Atriz morreu nesta quarta-feira, aos 96 anos, em sua casa, no Rio de Janeiro

Morreu nesta quarta-feira, 13, a atriz, cantora, compositora e diretora Bibi Ferreira, aos 96 anos, deixando em luto a comunidade artística brasileira. A cantora Elza Soares foi uma das primeiras personalidades a se pronunciar sobre a perda: “Que dia triste para o Brasil”.

Miguel Falabella, ator e diretor dos palcos e da TV, também lamentou a morte da colega, chamando-a de “imensa”. Ele ainda contou que deve a ela o seu “primeiro encantamento com o palco”, graças à performance da atriz em Alô Dolly, papel que viveu em 1966. Já Bruno Gagliasso disse que se despedia da “Grande Dama do teatro brasileiro”, que “inspirou a arte no Brasil e seguirá firme como símbolo de talento, dedicação e amor aos palcos”.

Bibi Ferreira faleceu em sua casa no Rio de Janeiro em decorrência de uma parada cardíaca.

Confira as homenagens:

View this post on Instagram

Bravo, Bibi!!!! Bravo!!!! Hoje partiu para continuar sendo o cometa que sempre foi, mas agora brilhando em outra dimensão…. Bibi foi, é, e continuará sendo grande. Nenhum artista de verdade, vira artista pq almeja a fortuna, ou enriquecer com dinheiro público como fizeram esse povo aculturado acreditar. Viramos artistas pq temos como missão levar o sonho, fazer pensar, ampliar horizontes, dar voz aos anseios dos outros. Provocar a reflexão. Emocionar. Fazer rir, chorar, esquecer as próprias dores e viver pelo período da obra as dores do outro. Servir de espelho. Causar o arrepio. Falar direto ao coração. … Tudo isso que vc sempre fez tão bem. Até o fim da sua longa vida. Repleta de aplausos. Quantos sorrisos e lágrimas provocou. Quanta admiração despertou. Obrigada!!! Obrigada!!! Obrigada!!!👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻#bibiferreira #ripbibi #atriz #eterna #artista #aplausos #obrigada

A post shared by Larissa Maciel (@larimaciel) on

View this post on Instagram

Uma das maiores atrizes de todos os tempos, Bibi Ferreira passou a vida nos nossos palcos com a força de seu talento e de um extraordinário carisma. Uma personalidade arrebatadora, um exemplo de dedicação total ao seu ofício e devoção à arte. Passava todas as emoções, fazia o público rir, chorar, vibrar a cada espetáculo. E o espetáculo maior era ela. Uma luz permanente. Uma inteligência precisa e um forte senso de humor. Quem teve o privilégio de conhecer essa mulher e a ver sabe o que estou falando. Bibi inigualável. Absolutamente única. Bibi para sempre. Que sua estrela continue brilhando. #bibiferreira #bibiparasempre Deixe sua mensagem para homenagear essa grande mulher.

A post shared by Bruna Lombardi (@brunalombardioficial) on

 

View this post on Instagram

Que perda, que lástima… A extraordinária atriz, diretora, cantora, a diva Bibi Ferreira se foi aos 96 anos. Vai fazer uma falta louca, nossa, se vai. Bibi era generosa como raríssimas criaturas. Foi ela a primeira pessoa a me convidar para fazer teatro, comecinho dos anos 90. Mandou-me um texto de um autor britânico seu amigo, em que metade da peça eu seria homem e na outra metade, mulher. Eu fazia o programa Cara a Cara na Band e tive que recusar. Boba, eu. Entrevistei-a, aliás, nesse e em outros programas em diferentes emissoras. Para essa mulher eu ficava de joelhos; como nessa foto, depois de vê-la arrasar dizendo e cantando PIAF em 2013. Adeus, Bibi, obrigada por tudo, tudo. Sua Gabi.. #diva #actress #singer #director #admiração #amor #diva #estrela #genial #atriz #rip #🎭 #😢#❤️

A post shared by @ gabi_mariliagabriela on

View this post on Instagram

Conheci Bibi em 64 na TV Excelsior. Eu estava fazendo A Moça Que Veio De Longe com Hélio Souto e Bibi insistia piamente que eu era a estrela mor da novela. Nossa química foi única, ela me convidou pra participar de seu programa também na Excelsior, passamos a frequentar a casa da outra, assistia suas peças e shows. Até que Bibi resolveu escrever uma peça pra mim e pra Nathalia, desde então não existia mais uma sem a outra, éramos mais do que irmãs. Este ano íamos trabalhar juntas em um monólogo, não foi possível, mas farei nosso sonho virar realidade por você, minha querida. Minha Piaf brasileira, hoje você se foi após noventa e seis longos anos de história tão profundamente vividos nos palcos, nos camarins, nas coxias e na vida. Quando der meia noite e eu olhar pro telefone ao lado e saber que não vamos mais nos falar madrugada à dentro, vai doer, mas lembrarei sempre com muito amor de todas aquelas risadas. Olhe por nós daí de cima, seu legado será seguido aqui e jamais esquecido. A gente se encontra um dia. Dieu reunit ceux qui's aiment🌹❤️ #bibiferreira

A post shared by Rosamaria Murtinho (@roseiramur) on

View this post on Instagram

Bibi Ferreira: por um daqueles golpes de sorte na vida, fui dirigido por ela. berçário, ensino fundamental, universidade e pós graduação de palco é o nome que dou a essa minha convivência com ela. durante os ensaios, Bibi se implicou comigo, eu com ela, mas claro, terminei completamente apaixonado. Bibi Ferreira e teatro sempre serão sinônimos. irônica, criança má, Deus, dama, mulher inteligentíssima e culta, tive o privilégio de assistir sua última apresentação (e tantas outras anteriores) e afirmo que ela representa o fim de uma era, uma qualidade de atriz que nunca terá reposição. BRAVO BIBI 👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼 OBRIGADO. te amo. #bibiferreira

A post shared by Marcelo Medici (@marcelomedici) on