Clique e assine com 88% de desconto

Arthur Nory, o ‘crush’ de Simone Biles e das redes sociais

Ginasta brasileiro de 22 anos está arrasando corações na internet durante os Jogos

Por Da redação - 10 ago 2016, 21h12

O ginasta japonês Kohei Uchimura confirmou o favoritismo na individual geral e ficou com o primeiro lugar nesta quarta-feira. Mas, nas redes sociais, só deu ele: Arthur Nory, o atleta brasileiro de 22 anos que terminou na 17ª posição na modalidade e que é apontado como o possível namorado da ginasta americana Simone Biles. No Instagram, a moça já o chamou de seu “namorado brasileiro” e ele fez quase a mesma coisa, chamando a atleta de sua “garota americana”. Depois da competição desta tarde, porém, Nory esclareceu que, não, eles não estão em um relacionamento. “Sempre nos encontramos em competições e trocamos elogios, fotos. Digo que ela é minha ‘crush’, mas é apenas uma amizade”, afirmou ao canal pago SporTV.

LEIA TAMBÉM:
O suposto ‘namorado brasileiro’ de Simone Biles

Mas, enquanto a americana é o ‘crush’ do rapaz nascido em Campinas, interior de São Paulo, milhares de meninas (e meninos) transformam Nory em seu próprio crush. Considerado o “muso” do time de ginastas do Brasil, o atleta é um sucesso também fora dos ginásios – seu sobrenome, por exemplo, está há algumas horas entre os termos mais citados no Twitter, com mais de 30.000 mensagens sobre ele. “Nory é muito perfeito, não tenho palavras pra descrever o quanto ele é maravilhoso”, escreveu um usuário da rede social. “Se tivesse uma competição sobre quem tem o melhor sorriso, o Nory ganhava medalha de ouro”, disse outra pessoa.

No Instagram, a tietagem continua. A cada nova foto publicada pelo ginasta, vem uma enxurrada de comentários enaltecendo a aparência, o charme, o sorriso e o jeito do moço. O desempenho nos ginásios fica em segundo plano – afinal, é o Instagram, não a mesa dos jurados dos Jogos Olímpicos. “Seria muita ousadia minha dizer que eu te acho lindo e tem um sorriso que acaba com as estruturas de uma pessoa?”, escreveu uma seguidora em uma das postagens. “Estou completamente apaixonada por você”, disse outra, direta e reta.

Racismo

O novo ídolo da ginástica, porém, ficou conhecido no passado por uma atitude nada louvável. Em maio de 2015, junto com os também ginastas Felipe Arakawa e Henrique Flores, Nory fez piadas de cunho racista sobre o companheiro de equipe Angelo Assumpção, que é negro. Os atletas fizeram as piadas em publicação no Snapchat de Nory – e foram descobertos, claro, o que lhes rendeu uma suspensão de um mês pela seleção brasileira.

Publicidade

 

Publicidade