Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Após foto polêmica, Henrique Fogaça se explica: ‘Sou pessoa do bem’

O apresentador do 'MasterChef Brasil' irritou seguidores com uma provocação religiosa no Instagram

Por Da Redação - Atualizado em 1 jul 2019, 21h45 - Publicado em 29 jun 2019, 21h03

Uma foto publicada no Instagram por Henrique Fogaça, chef de cozinha e jurado do programa de TV MasterChef Brasil, provocou polêmica nas redes sociais. De férias em Roma, na Itália, o paulistano apareceu abraçando duas freiras e vestido com uma camiseta com a estampa de duas mulheres usando hábitos religiosos se beijando. “Pedindo a bênção. ‘Orai por nós’, ‘Prega per noi‘, ‘Pray for us‘”, escreveu na legenda. Nas hashtags, listou: “blasfêmia, o choro é livre e fuck hipocrisia’”.

Entre os seguidores, a provocação rendeu uma onda de comentários negativos. Vídeos no YouTube foram produzidos contra o chef e, no Twitter, o nome de Fogaça apareceu entre os tópicos mais comentados. Antes da foto, o chef havia gravado uma série de stories com críticas à Igreja Católica. Depois da controvérsia, decidiu apagar a foto e se explicar.

“Falaram que sou desrespeitoso. Isso para mim são pessoas desonestas, que matam, roubam… Eu não faço parte disso. Tenho valores, educação, sou trabalhador. Sou uma pessoa do bem”, afirmou. Ele disse que foi reconhecido pelas freiras. “Essas duas freiras brasileiras vieram falar comigo e conversamos um pouco. Não sou racista e nem preconceituoso. Ser gay é doente? Eu acho que não, né?”, disse. Assista ao vídeo completo:

Publicidade