Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Após detenção em Sergipe, Rita Lee se afasta do Twitter

Comunicado formal não explicou o motivo da decisão da cantora que, ultimamente, se tornou uma frequentadora assídua do microblog

O comunicado formal e anônimo, divulgado na tarde desta segunda, não lembrou em nada as divertidas mensagens postadas diariamente por Rita Lee em sua página no Twitter. “Atendendo a pedido de Rita Lee, comunico aos seus 359 000 seguidores que a mesma se ausentará deste espaço até segunda ordem. Grato”, escreveram na página da cantora.

Frequentadora assídua do microblog, Rita Lee e seu intermediário não explicaram detalhes da decisão da cantora de se afastar do microblog, do qual era usuária assídua. No último sábado, durante show de despedida dos palcos, Rita Lee foi detida em Sergipe após ser acusada de desacatar policiais que revistavam o público. Ela pediu para os policiais relaxarem e “fumarem um baseadinho”. Viciada em Twitter, postou uma mensagem a caminho da delegacia: “Tô indo p/ a delegacia…a polícia d Aju ñ gosta d mim mas Sergipe gosta, estou dentro do carro”.

Após sair da DP, Rita voltou à sua página pessoal no Twitter para desabafar e dar a sua versão dos fatos. No microblog ela escreveu: “Polícia dando trabalho para mim, quer me prender, embasamento legal não há, não retiro uma palavra do que disse, o show era meu!” e, em seguida, criticou novamente os agentes de segurança: “Alô ‘twittlawyers’, polícia abusiva e abusada, não sou obrigada a fazer o que me pedem: ir à delegacia agora, ou amanhā às 9”, desafiou. Em seu último comentário sobre o episódio, até o inicio da tarde do domingo, Rita agradeceu à vereadora Heloísa Helena. “Solta graças à vereadora Heloísa Helena, que estava na plateia e prestou idêntica versão”, finalizou.

Ao chegar a São Paulo, na manhã desta segunda, a cantora não quis falar com os jornalistas que a aguardavam no aeroporto. Ela atribuiu o silêncio à orientação do advogado que a defende das acusações de desacato à autoridade e apologia às drogas.