Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Apesar dos escândalos, James Murdoch é reeleito presidente da ‘BSkyB’

Londres, 29 nov (EFE).- James Murdoch, presidente da News International, foi reeleito nesta terça-feira, com ampla maioria, o presidente do maior canal britânico de televisão por assinatura, o ‘BSkyB’.

Segundo a companhia britânica, o filho do magnata Rupert Murdoch, que aos 80 anos preside a News Corporation, alcançou o apoio de 81,24% do conjunto de acionistas de ‘BSkyB’. Apenas 18,76% dos presentes votaram contra James.

Apesar das críticas por sua atuação à frente da News International, principalmente após o caso das escutas ilegais envolvendo o extinto tablóide ‘News of the World’, James Murdoch, de 28 anos, conseguiu ser reeleito como o responsável pelo ‘BSkyB’.

Além do fechamento do tablóide, a crise das escutas telefônicas, que veio à tona no último mês de julho, fez com que os Murdoch desistissem da tentativa de obter o controle total do conjunto de acionistas da plataforma britânica de televisão.

Alguns acionistas do ‘BSkyB’ tinham reivindicado a demissão de James Murdoch alegando que sua presença na cúpula poderia prejudicar a imagem da companhia, já que seu nome foi muito mencionado nos escândalos que resultaram no fechamento do ‘News of the World’.

Nesta terça-feira, em frente à sede da companhia, um grupo de manifestantes expressou seu descontentamento com James Murdoch. Segundo fontes da polícia, as escutas telefônicas afetaram aproximadamente 5,8 mil pessoas.

Na última semana, o reeleito presidente da BSkyB renunciou ao cargo de diretor das empresas que publicam os jornais britânicos ‘The Times’, ‘The Sunday Times’ e ‘The Sun’, todos eles propriedade de seu pai.

James Murdoch, que até o caso das escutas telefônicas era considerado o herdeiro do império midiático britânico, teve que comparecer em duas ocasiões ao Parlamento britânico para justificar seu possível envolvimento neste escândalo. EFE