Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Anônimo oferece recompensa milionária por sapatos de ‘O Mágico de Oz’

Os sapatos vermelhos usados pela atriz Judy Garland foram roubados de seu museu em agosto de 2005, e um fã anônimo oferece 1 milhão de dólares por informações sobre o paradeiro dos calçados e quem os pegou

Um dos pares de sapato vermelho brilhante usados pela atriz Judy Garland no filme O Mágico de Oz, de 1939, está desaparecido desde que foi roubado do Museu Judy Garland, em agosto de 2005. Agora, porém, há uma recompensa de 1 milhão de dólares para quem informar o paradeiro dos icônicos calçados do cinema e o nome de quem os roubou, segundo John Kelsch, diretor do museu.

LEIA TAMBÉM:

‘O Mágico de Oz’ será homenageado no Oscar

Academia de Hollywood terá museu com espaçonave de ‘2001’

A quantia milionária é oferecida por um fã anônimo do filme, que mora em Arizona, Estados Unidos, de acordo com Kelsch. Segundo diretor do Museu Judy Garland, o nome da atriz foi escrito a mão dentro do sapato, o que garante a veracidade do objeto e o mérito de quem alegar tê-lo encontrado.

A polícia de Grand Rapids, cidade de Minnesota onde o museu se localiza, informou que o par foi roubado em 28 de agosto de 2005, após uma pessoa ter quebrado o vidro do museu com um bastão de beisebol e fugir somente com os calçados, com preço estimado entre 2 e 3 milhões de dólares (entre 6 e 9 milhões de reais).

Apesar de não saber ao certo quantos pares foram feitos para O Mágico de Oz, quatro deles têm paradeiro conhecido. Um deles está em exibição no Instituto Smithsonian, em Washington, capital americana. O ator Leonardo DiCaprio detém outro, após comprá-lo em leilão em 2012, por estimados 2 milhões de dólares (mais 6 milhões de reais pelo câmbio atual), e o colecionador de itens de Hollywood David Elkouby tem o terceiro, adquirido por 600 000 dólares, em 2000. Já o quarto está sob posse da Academia de Cinema de Hollywood, que o exibirá em seu museu a ser inaugurado em 2017.

Baseado no livro de L. Frank Baum, os sapatos da personagem Dorothy Gale originalmente eram prateados, e não vermelhos. Porém, um dos roteiristas achou melhor que eles fossem rubros, para que se destacassem com o fundo da Estrada de Tijolos Amarelos, caminho que Dorothy deveria seguir para encontrar o Mágico de Oz e onde conheceu o Espantalho, o Homem de Lata e o Leão Covarde.