Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Amiga que doou rim a Selena Gomez sobre recuperação: ‘humilhante’

'Não conseguia levantar sem a ajuda de alguém', contou a atriz Francia Raisa

A atriz Francia Raisa contou as dificuldades que passou após doar um rim para a amiga Selena Gomez no último ano. “Eu sou uma pessoa muito ativa, então foi bem difícil quando meu médico disse que não poderia me exercitar por dois meses”, explicou no programa de entrevistas da televisão americana apresentado pelo cantor Harry Connick Jr. “Não conseguia levantar sem a ajuda de alguém. Isso era bem humilhante”, desabafou.

Em setembro de 2017, Selena revelou que precisou de um transplante de rim. “É mais difícil para o doador, porque estamos perdendo algo que o seu corpo não precisa perder”, afirmou Francia. “Eu não podia fazer nenhum tipo de exercício. Todos os dias, esperava poder beber um café e andar, mas não conseguia. Isso era muito difícil.”

Gomez foi diagnosticada com lúpus em 2013. A doença autoimune produz anticorpos que agem contra os próprios tecidos do organismo. Entre os principais órgãos afetados, encontram-se pele, rins e pulmão. Ainda não foi descoberta uma cura para a patologia.

Francia postou um vídeo em seu Instagram em que é possível ver as cicatrizes resultantes do procedimento pelo qual passou, quando voltou a fazer exercícios físicos. Na entrevista ainda contou que está mais próxima de Selena. “Nós somos uma família agora. Ela tem o meu sangue”, afirmou, de acordo com o site americano Just Jared.

View this post on Instagram

Happy to be back

A post shared by Francia Raísa (@franciaraisa) on

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Humilhante?

    Curtir

  2. Camila Campos

    Ela não disse que foi “humilhante”, e sim que foi uma experiência que ensina a ter humildade, que em inglês é “humbling”. Se fosse humilhante, ela teria dito “humiliating” em inglês.

    Curtir

  3. A chamada da reportagem, por si só, já dá zero para o estagiário….

    Curtir

  4. João do Goiás

    Esse erro na tradução deveria ter impedido a publicação deste artigo, já que presta um desserviço à sociedade por provocar (ainda mais) medo em outros prováveis doadores!

    Curtir