Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Acusado de estupro, Ed Westwick se livra de processo por falta de provas

Ator conhecido por ‘Gossip Girl’ foi acusado por duas mulheres de estupro e uma terceira de assédio sexual

A Justiça de Los Angeles decidiu não indiciar Ed Westwick em dois casos de estupro por falta de evidências. O ator, conhecido pela série Gossip Girl, foi acusado de violência sexual em novembro por duas mulheres. Elas afirmam que foram estupradas por ele, em ocasiões distintas. Uma terceira o acusa de assédio.

A atriz Kristina Cohen foi a primeira a fazer a denúncia, em uma publicação no Facebook, dizendo que ele a prendeu no quarto antes de forçá-la ao ato. Relato parecido foi feito mais tarde por Aurelie Wynn e Rachel Eck, a última, contudo, conseguiu escapar.

Segundo o site Variety, o comunicado oficial da promotoria diz que duas mulheres apresentaram como provas testemunhas que ajudaram a corroborar suas histórias, entre elas uma que estava do lado de fora do quarto quando teria ocorrido a violência. Mesmo assim, as evidências não foram suficientes para dar continuidade no caso.

O texto ainda afirma que outras mulheres se manifestaram durante as investigações, falando sobre o comportamento do ator por toques e conduta inapropriados. Porém, as alegações não poderiam ser levadas em conta no processo.

Westwick nega todas as acusações. O ator estava escalado para aparecer na adaptação da BBC do livro Punição para a Inocência, de Agatha Christie, mas foi demitido após as denúncias.