Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

A estreia ‘dominatrix’ de ’50 Tons’: 1,56 milhão de espectadores no país

Em apenas quatro dias, longa fez o que 'Bob Esponja', um sucesso entre as crianças, fez em dez

Tem muita gente trocando a fantasia do Carnaval pela de Cinquenta Tons de Cinza. Em apenas quatro dias, a adaptação do best-seller erótico da britânica E. L. James teve tantos espectadores quanto Bob Esponja – Um Herói Fora d’Água, que estrou dia 5. Ao todo, o picante Cinquenta Tons de Cinza levou 1,568 milhão de pessoas aos cinemas, e o inocente Bob Esponja, 1,670 milhão.

Vídeo: Mulheres Ricas debatem ‘Cinquenta Tons de Cinza’

Quiz: Teste os seus conhecimentos sobre a saga erótica

Em terceiro lugar no ranking de bilheterias nacionais, veio O Destino de Júpiterbomba que Lucas Lima, marido de Sandy, definiu como algo pior que assistir ao 7×1 do Brasil para a Alemanha — com 165.486 espectadores de quinta a domingo e 635.246 desde a estreia. A quarta posição ficou com Corações de Ferro, o novo de Brad Pitt, com 59.339 pagantes no final de semana e 248.105 no acumulado. O Jogo da Imitação, que pode render um Oscar ao recém casado Benedict Cumberbatch — ele subiu ao altar no sábado, em pleno Valentine’s Day — foi visto por 56.215 neste fim de semana e acumula público de 289.294 espectadores.

Cinquenta Tons de Cinza, que no Brasil está sendo exibido com censura 16 anos, é um estouro internacional. Neste domingo, a Box Office Mojo, empresa americana que monitora bilheterias, estimava que o longa já tivesse faturado mais de 150 milhões de dólares nos 58 mercados em que entrou em cartaz.

Mas o filme não tem essa receptividade no mundo todo. Em diversos países, a produção foi proibida por seu conteúdo sexual. Países como Quênia, Indonésia, Malásia, Camboja e regiões predominantemente muçulmanas na Rússia vetaram o longa. No Quênia, que em 2013 proibiu O Lobo de Wall Street, a distribuição ou exibição ilegal do filme pode levar a uma multa ou até mesmo a prisão. Na Malásia, o filme foi considerado “sádico” e as autoridades de países muçulmanos julgaram que o conteúdo sexual e masoquista ia contra as leis de suas religiões.

Ao mesmo tempo em que tantos países proíbem Cinquenta Tons de Cinza de ser exibido, na França ele pode ser visto por qualquer pessoa com doze anos ou mais.