Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vunesp é condenada a pagar 6.000 reais a estudante proibida de realizar vestibular

Jovem foi barrada na prova de 2010 porque não portava o RG original

A Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista (Vunesp) foi condenada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) a pagar uma indenização de 6.700 reais a uma estudante de São José do Rio Pardo, no interior paulista, impedida de realizar a prova de admissão da instituição em 2010. O motivo: a candidata não portava seu RG original no dia da prova.

Leia também:

Unesp divulga calendário do vestibular de meio de ano

Jéssica Cristine de Oliveira Victor, hoje com 19 anos, se inscreveu para o curso de engenharia de produção da Unesp, mas não pode participar do processo seletivo. A estudante alegou que havia perdido o documento semanas antes e que levou ao local da prova a carteira escolar com foto e número do RG.

Na mesma época, Jéssica conseguiu realizar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) sem apresentar o RG; para tanto, ela teve as digitais checadas pelos fiscais de prova. Hoje, a jovem cursa o terceiro ano de engenharia agronômica no Instituto Federal do Sul de Minas.

Além da indenização por danos morais, o Tribunal de Justiça condenou a Vunesp a ressarcir a estudante em 110 reais, valor referente à inscrição paga para a realização da prova. A Vunesp não quis se pronunciar sobre o assunto.

(Com Estadão Conteúdo)