Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

USP é campeã na formação de doutores, aponta ranking

Dado consta do Academic Ranking of World Universities, lista elaborada pela Universidade Jiao Tong, em Xangai, na China

Por Da Redação 23 fev 2012, 12h08

Universidade de São Paulo (USP) é a instituição de nível superior que mais forma doutores em todo o mundo. A informação consta do Academic Ranking of World Universities (ARWU), lista elaborada pela Universidade Jiao Tong, em Xangai, na China, que analisou dados de 682 instituições. Em seguida, aparecem a Universidade da Jordânia e a Universidade de Tóquio, no Japão. As informações são da Agência Fapesp.

O ranking também aponta a USP como terceira colocada em verba dedicada à pesquisa (entre 637 universidades), além de quinta colocada em número de artigos científicos publicados (entre 1.181 instituições) e 21ª em percentagem de professores com doutorado (entre 286).

Na avaliação de Vahan Agopyan, pró-reitor de Pós-Graduação da USP e membro do Conselho Superior da Fapesp, a liderança da USP na formação de doutores se deve à “tradição da pós-graduação”. “Nas décadas de 1970 e 1980, praticamente metade dos doutoramentos do Brasil era realizado na USP, e hoje mais de 20% dos pós-graduandos do país obtêm o título aqui”, disse Agopyan.

Ranking – Em outros rankings internacionais, a USP também tem ganhado espaço. No mais tradicional levantamento da área, realizado pela publicação Times Higher Education (THE) em outubro de 2011, a universidade brasileira figurou pela primeira vez entre as 200 melhores do mundo. A relação anual da THE, que utilizada dados da Thomson Reuters, é baseada em 13 indicadores, que vão do investimento em pesquisa ao número de publicações científicas e de doutorados e estudantes estrangeiros.

Recentemente, a USP figurou entre as 20 melhores instituições do mundo de acordo com Webometrics Ranking Web of World Universities, que classifica as instituições de ensino superior de acordo com a relevância de suas pesquisas disponíveis on-line. De acordo com o levantamento, a USP aparece à frente da Universidade de Cambridge, na Grã-Bretanha, 24ª colocada.

Já o QS Quacquarelli Symonds, consultoria especializada em educação e responsável por um dos rankings de universidades mais conceituados do mundo, apontou São Paulo como uma das 50 melhores cidades para cursar o ensino superior. Para a elaboração do ranking, a QS considera o número e a qualidade das universidades oferecidas pela cidade, a reputação das instituições junto aos empregadores e o custo da educação, além do número de habitantes da região e a qualidade de vida.

Continua após a publicidade
Publicidade