Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Unicamp 2017: inscrições para vestibular começam nesta segunda

Pela primeira vez, os candidatos na etapa de habilidades de específicas deverão enviar vídeo via internet. As inscrições terminam em 1º de setembro

O prazo para as inscrições do vestibular 2017 da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) começa nesta segunda-feira. Os interessados têm até 1º de setembro para realizar a inscrição no site oficial da Comissão Permanente de Vestibulares (Comvest) e até 2 de setembro para pagar 160 reais, o valor da taxa de inscrição.

Nesta edição serão oferecidas 3.300 vagas, distribuídas em 70 cursos da instituição.

Leia também:
Unicamp: Confira a lista de livros obrigatórios para o vestibular 2017
Sete temas da atualidade que podem aparecer no Enem e vestibulares deste ano 

A primeira fase do vestibular está marcada para 20 de novembro e a ComVest anunciou mudanças nesta etapa. No total são noventa questões de múltipla escolha e a prova terá doze questões interdisciplinares neste ano. O vestibular 2016 teve quatro perguntas neste estilo. A segunda fase será em 15, 16 e 17 de janeiro de 2017.

A novidade deste ano é a primeira etapa dos testes de habilidades específicas para o curso de música. Os candidatos devem enviar um vídeo, pela internet, entre 2 e 9 de setembro.

Para os cursos de arquitetura e urbanismo, artes cênicas, artes visuais e dança as provas serão realizadas de 23 a 26 de janeiro de 2017.

O vestibular será aplicado em 29 cidades do estado de São Paulo e, pela primeira vez, ocorrerá em Botucatu, Bragança Paulista, Marília e Registro. Brasília também será local das provas da Unicamp.

Enem

A partir deste ano, o Programa de Ação Afirmativa para Inclusão Social da Unicamp (PAAIS), além de beneficiar os candidatos que cursaram o ensino médio integralmente em escolas públicas, também poderá ser utilizado pelos candidatos que concluíram o ensino médio pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

O programa prevê a adição de 60 pontos à nota da primeira fase do vestibular e mais 20 pontos para os candidatos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas (PPIs) e que também tenham cursado escola pública.

Para a segunda fase, eles recebem mais 90 pontos na prova de redação e outros 90 pontos nas demais provas. Candidatos autodeclarados PPIs têm direito a mais 30 pontos na segunda fase, totalizando 120 pontos.

(Com Estadão Conteúdo)