Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Temer permite que até 40% das graduações presenciais sejam a distância

Para aplicar o novo limite, as instituições precisarão cumprir as regras de qualidade definidas pelo Ministério da Educação

Por Redação
Atualizado em 4 jun 2024, 15h58 - Publicado em 31 dez 2018, 15h29

Em um de seus últimos atos no governo, o presidente Michel Temer publicou portaria no Diário Oficial da União que eleva para 40% o limite da carga horária a distância em cursos presenciais de ensino superior. Hoje, a carga horária a distância nos cursos presenciais está restrita a 20%.

Para aplicar o novo limite, as instituições precisarão cumprir as regras de qualidade definidas pelo Ministério da Educação. Não poderão estar sob supervisão e o curso precisa ter nota mínima 4 no critério CC (conceito de curso).

A nota da instituição, definida pelo CI (conceito da instituição), tem de ser igual ou acima de 4 para ampliar a carga a distância para 40%. As escalas CC e CI, ambas indicadores de qualidade do ministério, vão de 1 a 5.

A elevação da carga horário a distância é uma reivindicação das instituições de ensino superior, pois reduz custos com infraestrutura e mão de obra. No entanto, há questionamentos sobre a redução da qualidade dos cursos.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.