Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Senado vai pedir que TCU faça auditoria no Inep

Plenário aprovou requerimento para que o Tribunal de Contas da União investigue pedido de exoneração coletiva de servidores

Por Ricardo Ferraz 17 nov 2021, 20h22

O plenário do Senado Federal aprovou um requerimento para que o Tribunal de Contas da União realize uma auditoria interna no Inep, o órgão responsável pelo Enem. O pedido, assinado pela senadora Leila Barros (Cidadania-DF), ocorre após 37 servidores da autarquia solicitarem para deixar os cargos de coordenação que ocupavam. “Fomos surpreendidos com mais uma crise, quando número expressivo de gerências de nível intermediário do Instituto pediram afastamento, após graves cortes orçamentários nos dois últimos anos”, justifica o texto.

Na terça-feira um grupo de deputados da oposição já havia se reunido com a presidente do TCU, Ana Arraes, solicitando que o Tribunal acompanhasse a crise no Inep mais de perto.

O presidente do Inep, Danilo Dupas, compareceu à Comissão Senado do Futuro na manhã desta quarta-feira para prestar esclarecimentos. Em sua fala, ele atribuiu as divergências entre a presidência e o quadro de funcionários à suspensão do pagamento de uma gratificação. 

Também nesta quarta-feira, um grupo de servidores que não ocupam cargos estratégicos no órgão anexou uma moção de apoio no pedido de exoneração coletiva. “Apontamos o risco institucional que é a saída deles dessas funções estratégicas do órgão e solicitamos os bons préstimos quanto a esclarecimentos oficiais relativos ao posicionamento do Ministério da Educação, responsável pela nomeação da gestão máxima do Inep,
quanto a situação de vulnerabilidade em que nos encontramos nesse momento, que repercutirá nas ações do órgão para o ano de 2022,”, diz o documento que até o início da tarde, contava com mais de 10 assinaturas.

 

Continua após a publicidade

Publicidade