Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Saiba quais são os 12 erros mais cometidos na redação do Enem e como escapar deles

De acordo com professores consultados pelo site de VEJA, fuga ao tema e períodos muito longos estão na lista dos deslizes na escrita da dissertação

Por Luana Massuella 30 set 2015, 15h04

Para escrever uma redação nota 1.000 no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o candidato deve estar bem treinado nas cinco competências avaliadas durante a correção do texto. Na primeira delas, a banca avaliadora irá conferir o domínio da norma padrão da língua escrita. De acordo com os professores, é nessa habilidade que se concentra a maioria dos erros dos candidatos: ortografia, acentuação e uso de expressões da língua falada são os principais deslizes que derrubam a nota.

Leia também:

​Cinco dicas para estudar de graça para o Enem

Duolingo lança teste gratuito de proficiência em inglês

Além de domínio da norma culta, o estudante precisa ainda compreender a proposta do texto dissertativo, defender um ponto de vista com bons argumentos, demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos e elaborar uma proposta de intervenção para o problema abordado na prova.

A pedido do site de VEJA, professores de cursinhos listaram as falhas mais comuns dos estudantes na hora de produzir a dissertação. Os erros vão desde fuga do tema – que resulta em um zero na redação – até uso de abreviações da internet. Confira os 12 principais erros cometidos pelos participantes e saiba como escapar deles:

Continua após a publicidade
Publicidade