Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Quem só estudou para o Enem, levou susto na Fuvest’, diz professor

Primeira fase foi considerada difícil por alunos e docentes. Lista de aprovados para a segunda etapa será divulgada no dia 22 de dezembro

A primeira fase da Fuvest 2015 foi considerada difícil por professores de cursos preparatórios. De acordo com Luís Ricardo Arruda, coordenador geral do Anglo, a prova deste ano desafiou estudantes que tentam uma vaga na Universidade de São Paulo (USP) ou no curso de medicina da Santa Casa. “As questões de exatas, especialmente de física, foram bastante complexas. Ainda que muito bem contextualizadas, exigiram conhecimentos profundos da disciplina”.

Confira o gabarito oficial da Fuvest 2015

Ainda segundo Arruda, todos os livros da lista obrigatória foram citados no exame. “Um deles, Memórias de um Sargento de Milícias, apareceu em uma questão da prova da história. Esse tipo de interdisciplinaridade é uma das marcas da Fuvest e também permeou as provas de química e biologia.”

Para Célio Tasinafo, diretor pedagógico da Oficina do Estudante, em Campinas, quem estudou apenas para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), realizado no início deste mês, foi surpreendido pela Fuvest. “Os candidatos levaram um susto, pois a complexidade desta prova foi muito maior. Enquanto o Enem cobra quantidade, com muitas questões da mesma disciplina, a Fuvest é mais específica e complexa. Apenas interpretar as questões não foi garantia de acerto, era preciso saber do que se tratava aquele conteúdo.”

Leia também:

Confira a relação candidato/vaga dos cursos mais concorridos

Teste vocacional: descubra as carreiras que têm mais a ver com você

20 questões para escolher uma carreira no Enem e nos demais vestibulares

De acordo com os professores, a prova fez jus à fama. “O exame só vai selecionar os melhores alunos, como convém para o vestibular que escolhe os futuros estudantes da melhor universidade do país”, destaca Tasinafo. Nas redes sociais, os estudantes reclamaram do nível da prova. “1ª vez que fiz a Fuvest e achei mais difícil que o esperado”, disse uma estudante no Twitter. “To saindo da Fuvest me rastejando [sic]”, afirmou outra participante.

O exame foi realizado em 119 escolas do Estado de São Paulo e terminou às 19 horas. A lista de aprovados para a segunda etapa será divulgada no dia 22 de dezembro. Ao todo, 127.431 fizeram o exame. Para ser convocado para a segunda fase da Fuvest, o candidato deverá ter pontuação igual ou superior à nota de corte na carreira. A nota, que será divulgada na próxima semana, é calculada levando em conta o número de vagas e a média dos candidatos que concorrem ao mesmo curso.

A segunda fase será realizada entre os dias 4 e 6 de janeiro e é constituída de três provas dissertativas. Os convocados farão testes de português, redação, história, geografia, matemática, física, química, biologia, inglês e questões interdisciplinares. Além disso, no último dia da segunda fase, os candidatos fazem doze questões de duas ou três disciplinas relacionadas à carreira escolhida.

Para os candidatos de música, artes cênicas, audiovisual, arquitetura e design, o vestibular continuará com as provas de habilidades específicas entre os dias 07 e 09 de janeiro de 2015. No dia 31 de janeiro de 2015 será divulgada a primeira chamada para matrícula.