Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

ProUni libera consulta por vagas; inscrições começam segunda

Programa vai oferecer 213.113 bolsas de estudos em instituições particulares. Para participar é preciso ter feito o Enem 2014

Por Da Redação - 23 jan 2015, 10h48

Leia também

  1. Teste vocacional: saiba quais profissões não combinam com você
  2. Teste vocacional: descubra as carreiras que têm mais a ver com você
  3. 20 questões para escolher uma carreira no Enem e nos demais vestibulares
  4. Teste vocacional: descubra as carreiras que têm mais a ver com você
  5. Confira 6 cursos gratuitos da USP na internet
  6. Como usar a nota do Enem para entrar na universidade

*Atualizada às 14h23

O Programa Universidade para Todos (ProUni) abriu nesta sexta-feira a consulta por vagas disponíveis em instituições de ensino superior particulares para o ano letivo de 2015. Ao todo, são 213.113 bolsas de estudos para estudantes de baixa renda financiadas pelo governo federal, sendo 135.616 integrais e 77.497 parciais.

As inscrições do programa começam na segunda-feira, dia 26, mas os estudantes já podem utilizar o site do programa para consultar as opções de curso de graduação. Para participar, é preciso ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2014. De acordo com o MEC, atualmente, o programa atende mais de 566.000 jovens.

Publicidade

A região Sudeste concentra 48% da oferta de cursos, seguida das regiões Sul (22%) e Nordeste (14%). O Centro-Oeste e o Norte têm a menos parcela de vagas, com 10% e 6%, respectivamente. Administração é o curso com maior número de vagas: são 22.050 em todo o país. A segunda maior oferta é para o curso de pedagogia: são 15.562 vagas disponíveis.

O ProUni aceita apenas o cadastro de estudantes que obtiveram mais de 450 pontos na prova objetiva e não tiraram nota zero na redação. Além disso, é preciso ter renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até um salário mínimo e meio para bolsas integrais, ou renda familiar bruta mensal de até três salários mínimos por pessoa no caso das bolsas de 50% de desconto.

Outra condição é ter sido aluno de escola pública no ensino médio ou então aluno bolsista em instituições privadas. Professores da rede pública de ensino podem concorrer a cursos de licenciatura sem a necessidade de comprovar renda. O prazo para a escolha da vaga termina no dia 29.

Estudantes que se inscreveram no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) ao longo desta semana podem também poderão se inscrever no ProUni, mas em caso de aprovação nos dois programas, deverão escolher apenas uma das vagas. O Sisu encerrou as inscrições na quinta-feira. Até às 21h, o número de cadastro era de 2.772.175, o maior desde o início do programa.

Publicidade