Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Primeiro dia da 2ª fase da Fuvest tem 8,15% de abstenção

Número corresponde a 2.568 candidatos ausentes e supera o total de 2011

O primeiro dia da segunda fase do vestibular 2012 da Fuvest, que seleciona estudantes para a Universidade de São Paulo (USP) e para a Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa, registrou 8,15% de abstenção. O número corresponde a um total de 2.568 candidatos ausentes. Segundo informou a Fuvest, a abstenção neste ano foi maior do que a registrada em 2011, quando 7,88% dos candidatos faltaram à prova.

Pergunte ao Professor: Tire todas as suas dúvidas sobre as provas da 2ª fase

Neste domingo, os candidatos respondem a dez questões dissertativas de língua portuguesa (gramática e literatura) e também elaboraram uma redação, que teve como tema a “participação política”. Na segunda-feira, eles enfrentam 16 questões dissertativas que versam sobre o conteúdo do ensino médio e englobam as disciplinas de história, geografia, física, química, biologia, matemática e inglês. Na terça-feira, última dia de provas, serão aplicadas 12 questões de duas ou três disciplinas (seis ou quatro questões de cada uma), de acordo com a carreira escolhida.

Em todos os dias, os portões para ingresso dos candidatos serão abertos às 12h30 e fechados às 13 horas. Não são permitidos retardatários. Os vestibulandos só podem deixar o local de exame a partir das 15 horas. Ao todo, são 20 locais de prova na região metropolitana de São Paulo e 22 no interior do estado. O uso de celulares ou qualquer dispositivo móvel de comunicação, computadores, gorros, bonés e caneta marca-texto é proibido.

A lista de aprovados será divulgada no dia 4 de fevereiro. Ao todo, estão em jogo 10.952 vagas.

Mudanças – O vestibular da Fuvest 2012 traz mudanças em relação a edições anteriores. O rendimento na primeira fase será somado às notas da segunda etapa para a composição da média final do candidato. Outra alteração: quem acertou menos de 27 questões na primeira fase foi automaticamente eliminado do processo seletivo.

O número de candidatos aprovados para a segunda fase também mudou. A proporção por vaga na fase final variou de 2 a 3, conforme o desempenho dos candidatos na primeira fase: carreiras mais disputadas, em que o resultado médio dos inscritos costuma ser melhor, terão mais candidatos por vaga. Por fim, os aprovados para a segunda etapa responderão apenas a 16 questões no segundo dia de provas – e não mais a 20, como em anos anteriores. Caso não seja aprovado para o curso no qual se inscreveu, o candidato poderá concorrer a outra carreira, após a divulgação da terceira chamada de aprovados.