Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Prêmio Jovens Inspiradores anuncia 50 semifinalistas

Mais de 8.000 candidatos de todo o país participaram da primeira fase de seleção. Os vencedores receberão bolsas de estudo no exterior

Lançado em dezembro de 2011, o Prêmio Jovens Inspiradores, parceria entre VEJA.com e a Fundação Estudar, foi criado para identificar e encorajar jovens talentos gente que quer transformar o Brasil. Nada menos que 8.190 inspiradores candidatos atenderam ao chamado e se inscreveram no Prêmio. Eles produziram um vídeo autobiográfico e um ensaio em que apresentam sua visão sobre o potencial do Brasil. O conteúdo enviado mostra que não faltam jovens com ideias inovadoras, espírito de liderança e vontade de ajudar no crescimento do país. Todos merecem os parabéns. A qualidade dos candidatos valoriza ainda mais o processo de seleção dos 50 semifinalistas do Prêmio, cujos nomes são agora anunciados.

Clique aqui e confira o nome dos 50 semifinalistas

Perfil dos inscritos – Entre os quase 8.200 inscritos na primeira fase do Prêmio, houve candidatos de todos os estados brasileiros e do Distrito Federal. Eles se dividiram quase igualmente em termos de gênero: 54% são homens e 46%, mulheres.

Setenta e sete por cento dos inscritos está cursando a graduação – apenas 23% já se formaram em algum curso superior. Oitenta e um por cento deles têm idades entre 16 e 25 anos; os 19% restantes têm entre 26 e 30 anos.

Quando se analisa a formação dos candidatos, despontam as principais instituições de ensino superior do país. Quase 3% deles estudam ou estudaram na Universidade de São Paulo (USP). As universidades federais de Brasília (UnB) e do Rio de Janeiro (UFRJ) são responsáveis pela formação de 1,6% dos candidatos cada uma. Também têm vários representantes a Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG), a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), a Universidade Federal de São Carlos (Ufscar) e a Universidade Federal do Paraná (UFPR). Administração é o curso com mais candidatos: 1.172, ou quase 15% do total. Em seguida, aparecem direito (13,5%) e comunicação social (436).

O estado com maior número de inscritos é São Paulo, com 2.461 candidatos. Depois, aparecem Minas Gerais (1.099), Rio de Janeiro (743) e Paraná (496). São Paulo também concentra o maior número de semifinalistas: 20 dos 50 selecionados para a segunda fase do Prêmio. Do Rio, vêm 11 e de Minas Gerais, 4, mesmo número de representantes do Distrito Federal. Depois, aparecem Santa Catarina (3), Rio Grande do Sul (2), Mato Grosso do Sul (2), Ceará (1), Bahia (1), Pernambuco (1) e Alagoas (1).

No ato de inscrição, o candidato deveria indicar uma de três grandes áreas em que gostaria de atuar na transformação do Brasil: desafios sociais, desafios políticos ou desafios empresariais. A primeira atraiu mais candidatos, sendo o foco de interesse de 40% dos inscritos. Desafios políticos aparece em segundo lugar, com 33%, e depois desafios empresariais, com 27%.

Próximos passos No dia 23 de julho, os 50 semifinalistas iniciam a segunda etapa da seleção. Em São Paulo, eles vão participar da Oficina Jovens Inspiradores. Dessa jornada sairão dez finalistas, que deverão apresentar soluções para um problema real do Brasil. A comissão julgadora apontará, no dia 30 de novembro, os três grandes vencedores, que receberão uma bolsa de estudos no exterior e um ano de orientação (mentoring) com profissionais de renome ligados à Fundação Estudar.

Os 50 semifinalistas do Prêmio Jovens Inspiradores

Alexandre Furlan Braz

Ana Paula Pereira

Angélica Otoni Pereira de Jesus

Ariel Kozlowski e Silva

Arthur Belo Lisboa Dias Chaves

Bruna Gallipoli Diléo

Bruno Avena de Azevedo

Bruno Inojosa Carlos de Souza

Caio Costa Velasco

Cecilia de Lima Pessanha

Clairton da Silva

Daniela Campos Lara

Diego Marques dos Santos Ramos

Edmilson Rodrigues do Nascimento Júnior

Felipe Marques Dib

Flávio Henrique de Vasconcelos Alves

Gabriel Augusto Moritzen

Guilherme de Oliveira Ferreira dos Santos

Gustavo Cançado de Azevedo

Hévelin A. Borges Teles

Igor Rosiello Zenker

Isabela Christina Navarro de Abreu Capilla

Iuri Jasper

Jhoney da Silva Lopes

José Célio Belém de Pinho Filho

Juliana de Fatima da Silva

Larissa Maranhão Rocha

Lucas Araújo de Aguiar

Lucas Mendes de Freitas Teixeira

Lucas Rodrigues Lamas

Luiz Fernando Santos Roriz

Mateus Chaves Rodrigues

Matheus Vitor Leone Gomes Carneiro

Miguel Teixeira Andorffy

Monique Margô Serafim

Noa Cykman

Otto Werner Heringer

Paulo Orenstein

Rafael Catolé Demetrio

Rafael Santos da Silva

Raí Gomes Mesquita

Renato Seiki Kiyama

Ricardo Castro de Aquino

Roger Friedrich Werner Koeppl

Sílvia Mayumi Takey

Talita Oliveira Andre

Vandeir Viotti dos Santos

Vinicius Augusto Nunes Pecora

Vinicius Covas Alves

Vinícius Gonçalves da Silva

Leia também:

Marina Silva: ‘Jovens devem imprimir sua marca no mundo

Viviane Senna: ‘O Brasil precisa de resultados’

Entre mudar o mundo e ganhar dinheiro, por que não optar pelos dois?

‘É preciso apostar no Brasil’

‘Sonhar grande ou pequeno dá o mesmo trabalho’

‘Pense grande, comece pequeno, ande rápido’

‘Os jovens querem ser protagonistas da mudança’

No lugar das grandes causas, microrrevoluções

Fracassar é primeira lição para aspirantes a líder

Liderança não vem da teoria, mas sim da prática

No lugar das grandes causas, microrrevoluções

‘Mantenha acesa a sua paixão, e nunca desista’

Teoria e prática com Gustavo Ioschpe