Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

PF realiza operações em oito estados contra fraudes no Enem

Criminosos são acusados de vender gabaritos para estudantes. Um total de 50 mandados judiciais foram cumpridos em todo país

A Polícia Federal cumpriu hoje 28 mandados judiciais em Montes Claros (MG). Quatro pessoas foram presas temporariamente e outras quatro levadas coercitivamente para delegacia local da PF. Os outros mandados são busca, apreensão e sequestro de bens. A “Operação Embuste”, desmantelou uma quadrilha especializada em fraudar concursos públicos.

Segundo a PF, os envolvidos já teriam fraudado outros dois concursos realizados neste ano: vestibulares na cidade de Mineiros, em Goiás, e Vitória da Conquista, na Bahia. Os policiais afirmam que os criminosos também atuariam durante a realização do Enem. Eles utilizariam meios eletrônicos para transmitir gabaritos para os candidatos.

A Superintendência da Polícia Federal, no Maranhão, deflagrou uma outra operação, batizada de “Jogo Limpo”. Foram cumpridos 22 mandados de busca e apreensão em sete estados – Maranhão, Piauí, Ceará, Paraíba, Tocantins, Amapá e Pará – com o objetivo de desmantelar uma outra quadrilha que também comercializava gabaritos. Ninguém foi preso.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Jose Eugenio Bevilaqua

    É, com certeza é preciso Urgente uma faxina geral nesse chiqueiro e puteiro brasileiro. Pois é…

    Curtir

  2. Magrão Forte PTralha Cadeia

    Cadeia neles….

    Curtir

  3. Resquício do governo PETISTA. Um dia deve acabar o grande desastre também na educação brasileira!

    Curtir

  4. Bandidos que prejudicam a educação de um País, merecem prisão perpétua!

    Curtir

  5. sergio skorski

    É muito simples acabar com estas fraudes, basta proibir a saída antecipada dos alunos das salas, ou só liberar a saída a menos de 20 minutos do término da prova, pois assim nao daría tempo para os “pilotos”, que sao as pessoas que fazem as provas pela quadrilha repassarem o gabarito, para os participantes desta farsa.

    Curtir