Clique e assine com 88% de desconto

PF prende 18 por desvio de R$ 6,6 milhões da educação

Segundo investigação, fraudes ocorreram em cursos à distância do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Estado do Paraná (IFPR)

Por Da Redação - 8 ago 2013, 12h37

A Polícia Federal do Paraná (PF-PR) prendeu, nesta quinta-feira, 18 suspeitos de desviarem cerca de 6,6 milhões de reais em recursos destinados ao Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Estado do Paraná (IFPR). A Operação Sinapse, deflagrada em parceria com a Controladoria Geral da União (CGU), apurou que as fraudes ocorriam nos cursos à distância do IFPR, que tinham projetos superfaturados e serviços não executados.

Leia também:

CGU descobre irregularidades no Fundeb

PM de SP prende suspeitos de fraudar vestibular

Publicidade

PF revela esquema de fraude em vestibulares de medicina

Entre os presos, que não tiveram os nomes divulgados, estão três funcionários públicos do instituto. Outros dois servidores também serão afastados de suas funções.

As investigações, iniciadas em março de 2012, apontam que a quadrilha desviava dinheiro do Ministério da Educação (MEC) desde 2009. “Para mascarar os crimes, o grupo falsificava contratos e prestações de contas, além de pagar propina a funcionários da autarquia federal e integrantes de Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (Ocisps)”, informa nota da PF.

Para facilitar os crimes, o grupo teria conseguido que alguns de seus integrantes fossem aprovados em concursos públicos para o IFPR de forma fraudulenta. Os investigados serão indiciados por formação de quadrilha, peculato, corrupção ativa e passiva, falsidade ideológica, lavagem de dinheiro, estelionato e crimes da lei de licitações.

Publicidade

(Com Estadão Conteúdo)

Publicidade