Clique e assine a partir de 9,90/mês

Participantes do Enem já podem conferir correção da redação

Estudantes não podem contestar nota atribuída por corretores

Por Da Redação - 2 Apr 2014, 12h49

Os estudantes que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013 já podem conferir o espelho de correção da redação. A ferramenta está disponível na página do Inep na internet. Para conferir o documento, o participante deve informar seu CPF e senha de acesso ao sistema.

Leia mais:

Tudo sobre o Enem e carreiras

Segundo o Inep, autarquia do Ministério da Educação responsável pelo Enem, foram corrigidas 5.049.248 redações. Delas, 481 receberam nota 1.000, a pontuação máxima. Ficaram com zero 106.742 textos – 32.991 entregues em branco e outros 73.751 anulados porque seus autores desobedeceram de alguma forma as regras da organização.

Continua após a publicidade

O acesso ao espelho de correção tem, segundo o Inep, finalidade pedagógica. Pretende mostrar aos participantes o que os corretores consideram certo ou errado, seguindo critérios pré-estabelecidos pela organização da prova.

Os textos foram lidos por dois corretores, que atribuíram notas de zero a 200 pontos para cada competência avaliada. Uma terceira correção foi feita nos casos em que houve discrepância de ao menos 100 pontos na avaliação final e 80 pontos em cada uma das competências. Quando a diferença se manteve após a terceira correção, o texto foi enviado para análise de uma banca formada por três membros.

O Inep informou que 2.496.754 redações foram encaminhadas para o terceiro corretor, ou metade do total. A banca de especialistas, por sua vez, avaliou 306.821 textos, ou 6% do total.

A edição 2013 do Enem introduziu mudanças nos critérios de correção. Erros gramaticais só foram aceitos quando, aos olhos do corretor, eram casos isolados: aqueles vistos como reincidentes foram punidos. Para evitar episódios como os ocorridos em 2012, quando receitas e até o hino de um clube de futebol apareceram no meio de textos, os corretores aplicaram nova regra para punir esse autores: 1.398 redações (0,028% do total) caíram nessa malha fina e receberam nota zero.

Continua após a publicidade

O tema proposta para a redação do Enem era “Os efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil”. A partir do assunto, os participantes tinham de desenvolver um texto dissertativo, problematizando a questão e apontando soluções.

Publicidade