Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

MEC lança política para criação de cursos de medicina em instituições federais

Projeto pedagógico deve ter como elemento central atendimento ao SUS

Por Da Redação 23 jul 2013, 11h20

O Ministério da Educação (MEC) lançou nesta terça-feira a Política Nacional de Expansão das Escolas Médicas das Instituições Federais de Educação Superior (IFES). O objetivo da pasta é incentivar a criação de novos cursos de medicina e o aumento do número de vagas nas graduações já existentes. As informações foram publicadas no Diário Oficial da União.

Leia também:

Ignorada pelo governo, USP se mobiliza contra a MP dos Médicos

Alunos de medicina terão de atuar por dois anos no SUS

Governo chama especialistas para “aprimorar” MP dos Médicos

Continua após a publicidade

A medida integra o programa do governo federal Mais Médicos, que determina o aumento de seis para oito anos nos cursos de medicina, a partir de 2015. Concluídos os seis primeiros anos de estudo, o estudante passará para um segundo ciclo, de dois anos, onde terá de atuar em serviços públicos de saúde. A exigência do segundo ciclo será universal: tanto para estudantes de instituições da rede pública como da rede privada da ensino. O programa estabelece também o recrutamento de profissionais estrangeiros para trabalhar em áreas de saúde prioritárias, ou seja, que apresentam déficit maior de especialistas.

Leia também:

Ignorada pelo governo, USP se mobiliza contra a MP dos Médicos

Alunos de medicina terão de atuar por dois anos no SUS

Governo chama especialistas para “aprimorar” MP dos Médicos

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade