Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

MEC confirma pré-testes do Enem no Colégio Christus

Em 2010, alunos participaram da validação de questões para 2011

Por Renata Honorato 26 out 2011, 15h49

O Ministério da Educação (MEC) confirmou nesta quarta-feira que alunos do Colégio Christus participaram, em outubro de 2010, de um teste para validar questões que seriam utilizadas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2011 – de fato, ao menos nove questões da validação caíram na avaliação federal realizada no último fim de semana. Mais: todas as questões que constavam do teste foram apresentadas aos estudantes da escola em simulado realizado há cerca de três semanas.

Leia também:

MEC admite que estudantes tiveram acesso a questões antes do Enem

Diretor do Colégio Christus tenta explicar o caso

Como recorrer à Justiça em caso de falha no Enem

Procurador avisou que estaria de olho no Enem 2011

Cobertura do Enem 2011: gabaritos e comentários de professores do Anglo

O teste é realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), autarquia do MEC responsável pelo Enem. Seu objetivo é atribuir pesos diferentes a questões de uma prova a partir do desempenho que estudantes obtêm ao solucionar aqueles testes. O mecanismo se baseia na Teoria da Resposta ao Item (TRI), método internacionalmente reconhecido para avaliações desse tipo.

Continua após a publicidade

Para atribuir o peso às questões, os testes são apresentados a grupos de estudantes do terceiro ano do ensino médio de diferentes escolas do país. As unidades são escolhidas por meio de um sorteio, e divididas a partir de suas notas em avaliações federais: há instituições com baixo, médio ou alto desempenho.

Os testes são realizados em único dia. Os professores das escolas não têm acesso à prova, nem mantêm contato com os inspetores do Inep. Ao final dos trabalhos, os cadernos de prova devem ser devolvidos ao Inep. Nenhum estudante ou escola pode reter as questões ou usá-las em avaliações internas. Após a fase de validação, as questões são liberadas e passam a fazer parte do banco de dados do Inep. Futuramente, serão utilizadas nas edições do Enem.

No ano passado, segundo o MEC, o teste de validação foi aplicado em 16 escolas de todo o país. Em cada unidade, os alunos resolveram 48 questões, sendo 24 de cada área. Uma dessas instituições foi o Colégio Christus. A escola de Fortaleza afirma acreditar que seus alunos que realizaram a validação tenham trazido as questões do Enem para o banco de dados do próprio colégio, sem conhecimento da instituição.

Leia mais:

MEC admite que estudantes tiveram acesso a questões antes do Enem

Diretor do Colégio Christus tenta explicar o caso

Como recorrer à Justiça em caso de falha no Enem

Procurador avisou que estaria de olho no Enem 2011

Cobertura do Enem 2011: gabaritos e comentários de professores do Anglo

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)