Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

MEC admite que 14 questões do Enem estavam na apostila do Colégio Christus

Na quarta-feira, pasta só reconhecia coincidência entre nove testes

O Ministério da Educação (MEC) reconheceu nesta quinta-feira que 14 questões do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2011 faziam parte da apostila distribuída pelo Colégio Christus, de Fortaleza, a seus alunos dias antes da realização da avaliação federal. Nesta quarta, o MEC afirmou que apenas nove questões eram idênticas.

Leia também:

Cancelar provas de alunos de Fortaleza é inconstitucional, diz OAB-CE

Escola vai recorrer da decisão do MEC

MEC confirma pré-testes do Enem no Colégio Christus

Alunos da escola onde ocorreu vazamento terão de refazer Enem

Colégio diz que é possível que questões do Enem ‘caiam no domínio público’

Como recorrer à Justiça em caso de falha no Enem

Cobertura do Enem 2011: gabaritos e comentários de professores do Anglo

O ministério confirmou ainda que as 14 questões coincidentes faziam parte do pré-teste do Enem aplicado no Christus em outubro de 2010. O teste de validação é realizado para determinar o grau de dificuldade de cada questão que irá compor o banco de dados do Enem. Segundo o MEC, duas turmas do colégio cearense – uma de 44 e outra de 47 alunos – realizaram a prova aplicada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), autarquia responsável pelo Enem, no ano passado.

O MEC salientou que os alunos não estavam cientes de que realizavam um teste de questões para o Enem. “Os pré-testes aplicados pelo Inep seguem procedimentos sigilosos. Apenas os alunos têm acesso aos cadernos durante a aplicação, que é acompanhada por três fiscais em cada turma”, diz o texto.

Segundo a apuração da pasta, todos os cadernos de questões foram devolvidos e devidamente conferidos após a realização do pré-teste. Não houve, portanto, extravio do material. “Entretanto, a análise das questões divulgadas pela rede social no início da semana levou os técnicos à conclusão de que as questões de matemática, ciências da natureza, ciências humanas e linguagens de dois dos 32 cadernos de questões do pré-teste foram copiadas, das quais 14 constavam da prova do Enem 2011.”

O MEC informou ainda que foi procurado por alunos do Colégio Christus, que teriam afirmado que receberam as questões encadernadas em apostila sem o logotipo da escola e com uma diagramação distinta da habitual. “Como aluno da própria escola, confirmo que no máximo três dias antes das provas recebemos TDs (apostilas) com 92 questões, incluindo 14 que caíram no exame. O mais curioso foi termos recebido das mãos de um dos coordenadores e principais professores, com a instrução de que não deveríamos compartilhar os TDs com nenhum candidato de outra escola”, diz um dos depoimentos vinculados no site do MEC.

Leia mais:

Cancelar provas de alunos de Fortaleza é inconstitucional

Escola vai recorrer da decisão do MEC

MEC confirma pré-testes do Enem no Colégio Christus

Alunos da escola onde ocorreu vazamento terão de refazer Enem

Colégio diz que é possível que questões do Enem ‘caiam no domínio público’

Como recorrer à Justiça em caso de falha no Enem

Cobertura do Enem 2011: gabaritos e comentários de professores do Anglo