Clique e assine a partir de 9,90/mês

Mais segurança no Enem

Reconhecimento digital na sala de aula e detector de metal na porta dos banheiros são instrumentos contra cola e fraudes

Por Ana Beatriz Magno - 25 out 2016, 15h20

Empenhado em fechar o cerco contra colas e fraudes no Enem, o Ministério da Educação (MEC) reforçou o sistema de segurança para o exame deste ano. Uma das principais medidas adotadas é que todos os candidatos terão que passar por registro biométrico nas salas de prova. As digitais serão enviadas para um banco de dados e analisadas pela Policia Federal. Quem se recusar a fazer o registro será eliminado. Mesmo com o reconhecimento digital, continua sendo obrigatória a apresentação de documento de identidade com foto e assinatura.

“A Polícia Federal tem um banco de digitais e poderá conferir se o participante é quem afirma ser e não outra pessoa”, explica Maria Inês Fini, presidente do Inep, órgão do MEC responsável pelo Enem. “A análise dos dados começará pelos cursos mais concorridos, como medicina, engenharia civil, direito e outras áreas”, completa Eunice Santos, diretora de gestão e planejamento do Inep.

Outra novidade é o detector de metal na porta dos banheiros, onde a entrada será limitada a uma pessoa por vez. Pela regra, o candidato tem que colocar aparelhos eletrônicos num envelope e apresentá-lo quando entrar na sala da prova. O envelope é lacrado e guardado sob a carteira. O Inep espera que o sistema iniba este ano as dezenas de flagrantes registrados nos anos anteriores de candidatos tentando usar o celular nos toaletes. Quem é pego postando fotos ou mensagens dentro dos locais de prova é desclassificado. Ainda na conta da segurança, quem levar lanche terá cada item vistoriado. E a caneta tem que ser preta e transparente.

O Enem 2016 tem mais de 8 milhões de inscritos e as provas ocorrem nos dias 5 e 6 de novembro em 1 700 cidades. Foram impressas 18 milhões de provas. Elas estão guardadas em 77 000 malotes lacrados eletronicamente por meio de um sistema que permite identificar o exato momento em que forem abertos.

Continua após a publicidade

Na sala de prova não é permitido ao candidato:

. se comunicar verbalmente, por escrito ou por qualquer outra forma com outro participante;
. portar qualquer tipo de equipamento eletrônico e de comunicação;
. utilizar livros, notas ou impressos;
. se ausentar sem o acompanhamento de um aplicador;
. deixar de entregar ao aplicador o cartão-resposta, a folha de redação e a folha de rascunho ao terminar as provas;
. se ausentar levando o cartão-resposta e/ou com a folha de redação e a folha de rascunho;
. utilizar óculos escuros e artigos de chapelaria, tais como: boné, chapéu, viseira, gorro ou similares;
. portar armas de qualquer espécie, ainda que tenha autorização para o porte;
. se recusar-se, injustificadamente, a ser submetidas à revista eletrônica, coleta de dado biométrico e ter seus objetos revistados eletronicamente.

Publicidade