Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Interno da Fundação Casa vence Olimpíada de Língua Portuguesa

Poema feito pelo jovem de 17 anos ficou entre os 20 vencedores do concurso

Por Da Redação 18 dez 2014, 20h36

O poema escrito por um interno da Fundação Casa, instituição de São Paulo para menores infratores, foi um dos ganhadores da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro de 2014. A poesia Vida em transição, de G.L.A, de 17 anos, ficou entre os cinco vencedores da categoria Poema.

O jovem recebeu autorização judicial para viajar a Brasília para receber o prêmio em evento realizado pela Fundação Itaú Social em parceria com o Ministério da Educação (MEC). O poema do estudante concorreu com outros 20.933 textos inscritos na categoria. Ao todo, mais de três milhões de alunos de todo o país participaram do concurso.

Além de poema, o concurso também selecionou textos nas categorias de Memória Literária, Artigo de Opinião e Crônica. Ao todo, a competição premiou 20 textos.Cada categoria teve 38 trabalhos selecionados para a última etapa.

Leia também:

Na Finlândia, escolas trocam letra de mão por digitação

40% dos alunos concluem o ensino fundamental sem saber interpretar textos

Durante o ano letivo, os estudantes receberam orientação de seus professores, que participaram de capacitações para auxiliar na produção de texto. A professora Maria da Penha Silva foi a responsável por auxiliar o jovem interno da Fundação Casa.

Os vinte vencedores nacionais e seus professores receberam medalhas de ouro, notebooks e impressoras, prêmios entregues pelo ministro da Educação, Henrique Paim – o prêmio de G.L.A. ficará sob a guarda da Fundação Casa até o jovem receber sua liberdade, prevista para janeiro. As escolas que tiveram alunos entre os ganhadores também receberão dez microcomputadores e uma impressora, além de um projetor multimídia, um telão para projeção e livros.

Confira abaixo o poema escrito pelo interno da Fundação Casa. Para conferir demais textos vencedores, acesse o site oficial da Olimpíada de Língua Portuguesa.

Vida em transição

Viver na Fundação não é bom

Bom é ser livre em toda situação

Mas tenho minha opinião

Sobre este período de transição

Que muitos dizem ser prisão.

Nesse lugar, maldade…

Que no mesmo tempo é saudade

Por estar privado de liberdade

Mas tenho um lado positivo

Continua após a publicidade

Nesta realidade

Estou me reabilitando para a sociedade.

Acordo e vejo grades

Meu peito dói de verdade

Só quem passou

Por isso sabe

De todas as realidades

E crueldades…

A maior necessidade

É a Liberdade!

Aqui lições de vida

Transmitem coisas boas

Reconhecimento como pessoa

Que errar é humano

Mas aprender é a melhor coisa.

Atrás desses momentos tem algo impressionante

Hoje me tornei um estudante

Descobri que sou inteligente

Produzi este poema, e me sinto importante.

Continua após a publicidade
Publicidade