Clique e assine a partir de 9,90/mês

Inscrições para o Enem 2020 começam nesta segunda; veja calendário

Até o momento, crise do Covid-19 não levou o Inep a postergar as datas do exame

Por Maria Clara Vieira - Atualizado em 11 May 2020, 17h50 - Publicado em 11 May 2020, 17h04

Apesar do coro de parlamentares, especialistas e entidades civis ligadas à educação em prol do adiamento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Lopes, garantiu que a prova está mantida “por enquanto”. As inscrições para o exame – porta de entrada para algumas das principais universidades do país – começam nesta segunda-feira (11) e vão até o dia 22 de maio; e devem ser feitas pelo portal do Inep. Em entrevista ao portal G1, Lopes afirmou que “não dá para fazer previsão para o que vai acontecer daqui a dois ou três meses” e garantiu que está em contato com os secretários de educação para averiguar o número de inscritos.

ASSINE VEJA

Quarentena em descompasso Falta de consenso entre as autoridades e comportamento de risco da população transforma o isolamento numa bagunça. Leia nesta edição
Clique e Assine

Por conta da pandemia do novo coronavírus e da dificuldade de acesso às aulas online por estudantes de baixa renda, o Ministério da Educação (MEC) vai garantir a gratuidade da taxa de inscrição a todos os participantes que se enquadrarem nos perfis especificados nos editais da prova, mesmo que não tenham feito o pedido formal – o principal critério é ser estudante de escola pública. A regra serve tanto para os candidatos que optarem pelo Enem impresso, marcado para os dias 1º e 8 de novembro, quanto para os que escolherem a versão digital, adiada para os dias 22 e 29 de novembro. Também estão isentos da taxa os participantes que faltaram aos dois dias de prova do ano passado sem justificar ausência (desde que dentro do perfil socioeconômico estipulado).

Na última terça-feira, deputados federais pediram que o Projeto de Decreto Legislativo nº 167/2020, que suspende o edital da prova de 2020, fosse aprovado em regime de urgência. O texto encaminhado ao plenário prevê o adiamento da prova e discussão de novas datas. A iniciativa é do deputado Professor Israel Batista (PV-DF) com coautoria de Tabata Amaral (PDT-SP) e outros nove parlamentares. Também fazem parte do grupo dos que defendem que a prova seja adiada o Conselho Nacional dos Secretários de Educação (Consed), a União dos Dirigentes Municipais de Educação e Conselho Nacional de Educação (CNE).

Veja, abaixo, o calendário:

Continua após a publicidade

Pagamento da taxa de inscrição: 11 a 28 de maio
Inscrições: 11 a 22 de maio
Solicitação de atendimento especializado do Enem impresso: 11 a 22 de maio
Solicitação para tratamento pelo nome social: 25 de maio a 1º de junho
Provas presenciais: 1º e 8 de novembro
Gabarito e divulgação do caderno de questões: 11 de novembro
Enem digital: 22 e 29 de novembro
Divulgação do gabarito do Enem digital: 2 de dezembro
Resultado individual: janeiro de 2021

Para se inscrever: é preciso que o aluno tenha RG e CPF em mãos, além de contar com um número de celular e e-mail válidos para receber as informações e comunicados do MEC. Estes dados podem ser atualizados até 22 de maio, quando também podem ser realizadas trocas no município de realização da prova e opção de língua estrangeira.

Publicidade