Clique e assine a partir de 9,90/mês

Inep gasta 3,7 milhões de reais em lacres de provas; metade vai para o Enem

Instituto compra 20.000 dispositivos. Objetivo é garantir segurança de exames

Por Da Redação - 31 out 2012, 15h43

Na tentativa de evitar furtos de provas ou vazamento de questões em avaliações como o Enem 2012, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) vai gastar 3,7 milhões de reais com lacres eletrônicos para os malotes que carregam os cadernos das provas. As informações foram publicadas na edição desta quarta-feira do Diário Oficial da União.

Leia também:

Saiba o que fazer caso ocorram novas falhas no Enem

Use os dias que antecedem o Enem a seu favor

Continua após a publicidade

Confira seis formas de usar a nota do Enem

De acordo com a assessoria de imprensa do instituto, serão adquiridos 20.000 lacres e, destes, 10.000 serão testados no próximo fim de semana, quando ocorrem as provas do Enem. O restante será destinado a outras avaliações realizadas pelo Inep, como o Exame Nacional de Desempenho do Estudante (Enade).

A empresa que ganhou a licitação e ficou responsável por fornecer os lacres é a RR Donnelley Editora e Gráfica. Ela também realizou a impressão dos exames de 2010, quando milhares de estudantes foram prejudicados por duas falhas graves de impressão (confira os problemas apresentados pelo Enem).

Os dispositivos eletrônicos servem para registrar o horário em que os malotes são fechados e deixam a gráfica e, posteriormente, o horário em que são abertos ao chegar aos locais de aplicação do exame. Caso o teste seja eficaz, a ideia do Inep é aumentar progressivamente a utilização dos lacres.

Continua após a publicidade

Neste ano, o Enem usará cerca de 45.000 malotes, que percorrerão um total de 304.000 quilômetros no território nacional. Os lacres, portanto, estarão presentes em pouco menos de um quarto do total de malotes.

Saiba mais sobre o Enem:

Enem: use os dias que antecedem a prova a seu favor

Confira como as universidades utilizam a nota do Enem

Continua após a publicidade

Como é calculada a nota do Enem

Nove temas da atualidade que podem cair na prova

Raio-x: os conteúdos mais cobrados nos exames anteriores

Microcurso de redação do Enem:

Continua após a publicidade

domínio do idioma

adequação ao tema proposto

como argumentar

como apresentar soluções

Continua após a publicidade

redações nota 1000 comentadas

Conteúdos para estudar em vídeo:

Orientações gerais para uma boa prova

História

Continua após a publicidade

Geografia

Humanidades

Inglês

Português

Continua após a publicidade

Matemática

Física

Química

Biologia

Publicidade