Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Guia da Copa: Costa Rica, Los Ticos

Sem tradição alguma e escalada para enfrentar três campeões mundiais na primeira fase, a Costa Rica vem ao Brasil com um sorriso amargo no rosto. “Quanto maior o touro, melhor a briga”, disse o técnico Jorge Luis Pinto após o sorteio das chaves. Essa história de Davi contra Golias motiva os jogadores. Mas três Golias talvez seja um pouco demais. O fato é: o time que perder pontos para os costa-riquenhos dificilmente passará de fase.

O CRAQUE

Keylor Navas

27 anos • Levante (Espanha)

Conhecido como “O Falcão”, o goleiro costa-riquenho está acostumado a jogar com defesas ruins à sua frente. Por causa disso, acaba se destacando mais do que muitos de seus companheiros. Assumiu a camisa 1 da seleção em 2008 e é titular desde então, com mais de cinquenta partidas.

JOGOS

  • URUGUAI x COSTA RICA 14 de junho (sáb.) – 16h Fortaleza
  • ITÁLIA x COSTA RICA 20 de junho (sex.) – 13h Recife
  • COSTA RICA x INGLATERRA 24 de junho (ter.) – 13h Belo Horizonte

DESEMPENHO EM COPAS

3 Copas, 10 jogos: 3 vitórias

1 empates

6 derrotas

MELHOR PARTICIPAÇÃO

13º oitavas de final (1990)

RANKING FIFA

34º lugar

CONTRA O BRASIL EM COPAS

2 jogos:

2 derrotas

2 gols a favor

6 gols contra

TREINADOR

JORGE LUIS PINTO

TIME-BASE

Esquema tático: 4-4-2

Navas – Umaña, Acosta, Díaz, Duarte – González, A. Rodríguez, Bolaños, Borges – Ruiz, Campbell

Esta reportagem faz parte do Guia da Copa de VEJA.

Para ler outras reportagens baixe grátis a edição especial no IBA,

no tablet ou no iPhone.