Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

‘Gastamos bilhões no Pronatec sem avaliar o programa’

Para Neca Setubal, vitrines do governo Dilma Rousseff para o ensino técnico carece de mecanismos de avaliação de qualidade

Por Da Redação 12 dez 2014, 11h57

A educadora Neca Setubal, coordenadora do programa de governo da ex-ministra Marina Silva (PSB) na disputa pelo Palácio do Planalto, disse que o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) tem uma deficiência em termos de avaliação. “Estamos gastando bilhões no Pronatec e não tem uma avaliação sobre isso, não tem um dado sobre como isso acontece”, afirmou durante evento promovido pelo Instituto Democracia e Sustentabilidade (IDS) na noite de quinta-feira. O programa de bolsas de estudo para o ensino técnico é uma das principais vitrines do governo Dilma Rousseff.

O foco do Pronatec é qualificar mão de obra para o mercado de trabalho, aumentando o número de vagas de educação profissional oferecidas em institutos federais, escolas técnicas vinculadas a universidades federais, redes estaduais e o Sistema S (Senai, Senac, Senar e Senat). Os cursos são gratuitos e o governo federal deve aportar 14 bilhões de reais no programa até o final de 2014, quanto se encerra o Pronatec 1. O programa, contudo, não conta com mecanismos de avaliação de qualidade e também não monitora o encaminhamento profissional dos estudantes formados após o término dos cursos.

Leia também:

Entrevista: ‘Temos de educar nossas crianças para uma democracia melhor’

Neca afirmou que avaliar a educação pública é uma maneira de medir a eficiência dos gastos de governo. Segundo a educadora, que é herdeira do banco Itaú, os políticos falam muito sobre a prioridade da educação e dos recursos para o setor, mas há pouca eficiência nos investimentos. Ela defendeu o desenvolvimento de instrumentos de transparência na gestão de educação, de controle social e de aprimoramento dos mecanismos de avaliação. Em sua breve fala no evento, Neca sugeriu ainda que o governo promova a participação mais ativa de universidades públicas e privadas na formação dos professores.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade

Publicidade