Clique e assine com 88% de desconto

Fies 2016: prazo de entrega de documentos é prorrogado

MEC decidiu alterar a data devido à greve dos bancários. Documentos devem ser enviados para as instituições até 20 dias depois do término da paralisação

Por Da redação - 12 set 2016, 17h00

O Ministério da Educação (MEC) decidiu prorrogar os prazos de envio de documentos destinados à contratação de financiamento e ao aditamento de contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). A decisão foi tomada devido à greve dos bancários e a portaria com os novos prazos foi publicada no Diário Oficial desta segunda-feira.

Leia também:
Inscrição para bolsa de doutorado no exterior é prorrogada
Fies 2016: inscrições para vagas remanescentes começam nesta 2ª

De acordo com a resolução, os denominados ‘Documentos de Regularidade de Inscrição’ e os ‘Documentos de Regularidade de Matrícula’ que tiverem prazos de validade expirados durante o período da greve e em até dez dias após o seu término deverão ser recebidos pelos agentes financeiros do Fies. As instituições  devem ser aceitar os documentos até o vigésimo dia após o encerramento da paralisação dos bancários.

“Se o estudante não conseguir contratar o fundo de financiamento no banco, ele perde a vaga automaticamente. O objetivo é que isso não ocorra”, afirmou Flávio Carlos Pereira, coordenador-geral de suporte operacional do Fies, em nota.

Fies

O objetivo do programa é oferecer contratos de financiamento de cursos superiores em instituições privadas a uma taxa de juros de 6,5% ao ano. O porcentual do custeio é definido de acordo com o comprometimento da renda familiar mensal bruta per capita do estudante.

Publicidade

Para participar da seleção, é preciso ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010, com 450 pontos na média das provas, além de ter tirado nota maior que zero na redação. Os candidatos precisam ainda ter renda familiar bruta por pessoa de até três salários mínimos, o que equivale a 2.640 reais.

(Com Agência Brasil)

Publicidade