Clique e assine a partir de 9,90/mês

Fies 2016: MEC altera prazo para conclusão de inscrição

A partir de 15 de julho, candidatos selecionados na chamada única do segundo semestre devem finalizar as inscrições no site do Fies.

Por Da redação - 1 jul 2016, 16h25

O Ministério da Educação (MEC) alterou a data para a conclusão da inscrição do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), que começaria nesta sexta-feira. O novo prazo para os estudantes pré-selecionados no segundo semestre do programa começa em 15 de julho e a portaria que modifica o cronograma do Fies não estipula a data final dessa etapa. Os convocados devem finalizar suas inscrições no site do programa.

Leia também:
‘Hora do Enem’: segundo simulado online começa neste sábado
Enem: os temas e as habilidades mais cobrados no exame 

Em nota, o MEC diz que a prorrogação se deu por conta de “ajustes necessários na fórmula de cálculo para adaptação do sistema à mudança de faixa de renda de 2,5 para 3 salários mínimos”. A pasta diz ainda que a mudança “não compromete o processo de financiamento”.

O resultado do Fies foi divulgado na última quinta-feira e embora ainda no prazo previsto, a lista foi publicada no site somente as 22h, o que provocou reclamações dos candidatos em redes sociais.O programa de financiamento recebeu 294.000 inscrições, de acordo com balanço divulgado pelo MEC.

Nesta edição serão ofertados 75.000 financiamentos. Aqueles que não forem selecionados serão automaticamente inscritos em lista de espera e as vagas que não forem ocupadas pelos estudantes pré-selecionados também serão incluídas em lista de espera. Segundo o cronograma, o candidato convocado nessa lista deverá concluir sua inscrição no prazo de 5 dias úteis.

Continua após a publicidade

O resultado desta quinta-feira é uma pré-seleção e assegura apenas a expectativa de direito às vagas para as quais os estudantes se inscreveram no processo seletivo do Fies. A contratação do financiamento fica condicionada à conclusão da inscrição no Sistema Informatizado do Fies (SisFies) e ao cumprimento das demais regras e procedimentos do programa.

Inscrições – Depois de concluir a etapa de inscrição, o estudante tem ainda que validar as informações na Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) da instituição de ensino para a qual foi selecionado e deve comparecer a um agente financeiro do Fies.

O Fies oferece financiamento de cursos superiores em instituições privadas a uma taxa de juros de 6,5% ao ano. O porcentual do custeio é definido de acordo com o comprometimento da renda familiar mensal bruta per capita do estudante.

Para participar da seleção, é preciso ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010, com 450 pontos na média das provas, além de ter tirado nota maior que zero na redação. Os candidatos precisam ainda ter renda familiar bruta por pessoa de até três salários mínimos, o que equivale a 2.640 reais.

Publicidade