Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Escola de fraudes: universidades manipularam resultados do Enade

Um conjunto de vídeos, áudios e e-mails mostra como Uninove e Unip recorreram à manipulação para aparecer bem em exames federais

Duas das maiores universidades privadas do Brasil, que juntas têm mais de 400 000 estudantes matriculados, manipularam os resultados do Enade, o exame que mede a qualidade do ensino superior. A Universidade Nove de Julho (Uninove) ocupou-se em distorcer os resultados entre os anos de 2013 e 2014, pelo menos. A Universidade Paulista (Unip), hoje o terceiro maior grupo educacional do país, também promoveu as mesmas maracutaias, só que entre 2010 e 2012. As duas tinham um objetivo claro: aumentar a nota final de seus cursos no Enade e, com isso, fazer propaganda de uma qualidade que, na realidade, podem não ter. A Uninove é a instituição em que “seu sonho acontece”. A Unip promove-se como “a universidade particular preferida dos que contratam”. VEJA teve acesso a um conjunto de vídeos, e-mails, áudios e documentos, nos quais as fraudes ficam patentes. Durante nove semanas, a revista investigou o assunto. Entrevistou cerca de cinquenta pessoas, entre professores, alunos e advogados.

Para ler a reportagem na íntegra, compre a edição desta semana de VEJA no iOS, Android ou nas bancas. E aproveite: todas as edições de VEJA Digital por 1 mês grátis no iba clube.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Sergio Sampaio Spinola

    Este é um câncer que atinge a educação brasileira. Os responsáveis não são nada mais nada menos do que estelionatários do ensino. Este tipo de prática deletéria nada tem a ver com educação. Tem a ver com crime mesmo. E quem não adere a este tipo de prática, ao invés de ser louvado é ainda chamado de otário.

    Curtir

  2. Gilson Barros

    “Uniesquinas” tomaram conta do Brasil todo, isso com o aval do MEC.

    Curtir

  3. Carlos Alberto

    Interessante que a UNIP aparece nas páginas da revista Veja como anunciante, mesmo assim a revista fez o importante papel de levar a denúncia a pública. A revista está de parabéns. Resta saber a universidade UNIP continuará mantendo seus anúncios na página da revista.

    Curtir