Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Escola americana troca punição de alunos por meditação

A instituição da cidade de Baltimore adotou a medida há dois anos e, desde então, nenhum aluno recebeu suspensão

Uma escola americana que substituiu as broncas e punições para os alunos indisciplinados por momentos tranquilos e silenciosos em uma sala de meditação não se arrepende da troca. Há dois anos, a instituição Robert W. Coleman, que recebe estudantes entre 4 e 12 anos em Baltimore, implantou o programa Holistic Me com o objetivo de fazer a criança meditar e refletir sobre o seu comportamento. Desde a implementação do projeto, nenhum aluno foi suspenso.

Leia também:
Escola alemã elimina séries e alunos escolhem suas tarefas
Professora elimina a lição de casa em escola americana 

A iniciativa é uma parceria com a ONG Holistic Life Foundation, que desde 2002 tem programas voltados para o ambiente escolar. A ‘Sala do Momento Consciente’, como é chamada, foi toda decorada para ser um ambiente de paz para os alunos, com vários tapetes de ioga espalhados pelo chão no lugar das cadeiras e mesas. O projeto também introduziu a ioga entrou na grade curricular da instituição.

Na ‘Sala do Momento Consciente’, especialistas em comportamento infantil da ONG ficam monitorando os jovens que estão em meditação. “Você acha que as crianças menores não vão meditar em silêncio, mas eles vão lá e fazem direitinho. É incrível”, afirmou Kirk Philips, coordenador da ONG, em entrevista ao site americano Upworhty.

Os jovens mudaram também o comportamento dentro de casa com os pais. “Essa manhã, eu estava com raiva do meu pai, mas lembrei que tinha que respirar fundo nessas situações. Depois que fiz isso, eu não gritei com ele”, disse um aluno do quinto ano da escola, em entrevista ao The Huffington Post do Canadá.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Jorge Luís dos Santos

    A iniciativa é claramente um ato de inteligência de seus idealizadores. Parabéns a todos!

    Curtir