Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Enem 2019: como manter a calma no dia da prova

Além de dormir cedo e se alimentar bem, especialistas sugerem que alunos usem a véspera do exame para assistir filmes e ouvir músicas que ajudem a relaxar

Neste domingo 10, cinco milhões de estudantes farão a segunda prova do principal vestibular do país, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Ao todo 90 questões atestarão as habilidades em matemática e ciências da natureza (física, química e biologia). Devido a sua importância, a prova, passaporte para universidades federais, estaduais e algumas estrangeiras, costuma aumentar a pressão à qual os estudantes estão submetidos. Algumas atitudes simples, entretanto, podem ajudar a afugentar o nervosismo: um estudo da Universidade de Chicago mostrou que alunos com transtorno de ansiedade alcançaram notas mais altas quando escreviam o que estavam sentindo antes de uma prova.

“Esta medida ajuda o candidato a expressar o sentimento de angústia. E como não precisa mostrar o que foi escrito para outras pessoas, não tem medo de ser julgado”, explica Roberta Bento, educadora e fundadora do SOS Educação, plataforma online que já orientou mais de 10 000 estudantes a desenvolverem estratégias de estudo. Ao lado da filha, a especialista em neurociência cognitiva Tais Bento, Roberta deu dicas de como preparar o lado emocional para encarar a maratona de perguntas e respostas de múltipla escolha. Segundo ela, o momento para revisar o conteúdo já passou e agora é preciso focar em maneiras de relaxar. Confira:

Antes da prova:

Na véspera da prova, preencha o dia com atividades que deem prazer, como assistir um filme, conversar com amigos ou ouvir suas músicas favoritas. “Evite situações tristes ou tensas, que prejudicam o sistema emocional”, explica Tais. Aproveite para calcular o tempo que vai levar até o local de aplicação do exame.

Outra dica é evitar o cochilo durante o dia e dormir entre oito e dez horas antes da prova. Uma forma de garantir o sono é deixar o celular de lado pelo menos uma hora antes de deitar. “Quando não descansamos, a chance de esquecermos a matéria da prova e ter um ‘branco’ é maior”, afirma Roberta.

A família também pode ajudar tornando o clima dentro de casa mais leve e lembrando que o Enem é importante, mas não valida a competência dos filhos. “Às vezes os pais dizem aos filhos para não se preocuparem porque têm certeza que eles vão passar na prova e isso gera ainda mais pressão. Os candidatos acabam pensando que vão decepcionar a família se não forem bem sucedidos”, diz Tais.

Aos que não fizeram a correção da primeira prova, a orientação é deixe para checar o gabarito depois de encerrar a segunda etapa.

No dia da prova:

Organize-se de modo que consiga tomar café da manhã e almoçar antes de ir para o local da prova – é importante não pular as refeições.

Confira se está levando documento com foto, caneta preta e de tubo transparente, lanches e garrafa d’água. Pesquisas mostram que depois de 30 minutos concentrado em uma atividade, o cérebro precisa de energia, que pode ser abastecida a partir de alimentos, líquidos e exercícios. Sempre que sentir que precisa, estique as pernas e os braços.

Caso esteja nervoso, tente meditar e se concentrar na respiração por alguns minutos. Quando estiver mais calmo, volte às questões e tente concluir a prova.

Depois do exame, reúna-se com os amigos ou familiares para comemorar o cumprimento desta etapa e, se possível, tire o dia seguinte para descansar.