Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Enem 2016: provas ocorrem em 5 e 6 de novembro

MEC anunciou novas regras para o Exame Nacional do Ensino Médio nesta quinta-feira. As inscrições abrem em 9 de maio e, entre as novidades, está a criação de uma ficha de identificação biométrica

A próxima edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deve ocorrer em 5 e 6 de novembro de 2016. De acordo com anúncio realizado pelo ministro da Educação nesta quinta-feira (14), as provas, que tradicionalmente ocorrem no mês de outubro, foram adiadas em decorrência das eleições – o que já ocorreu em anos anteriores.

As inscrições começam em 9 de maio, às 10h, e serão encerradas às 23h59 de 20 de maio. Como em anos anteriores, serão feitas pelo site do Enem. A taxa de inscrição, que subiu para 68 reais (ano passado, foram cobrados 63 reais), poderá ser paga até as 21h59 de 25 de maio em qualquer agência bancária, casa lotérica ou agência dos Correios – e não apenas nas agências do Banco do Brasil, como ocorreu em 2015.

Leia também:

“Hora do Enem”: governo lança site com simulados e programa de televisão para candidatos ao exame

Governo anuncia 2 milhões de vagas no Pronatec em 2016 e criação do “MECflix”

Estão isentos os estudantes que, neste ano, concluem o ensino médio em escolas públicas e participantes que declararem carência. Quem obteve o benefício em 2015 e não compareceu à prova não terá esse direito, a não ser que a justificativa apresentada no sistema de inscrição seja aprovada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão do MEC que organiza o Enem.

De acordo com o MEC, são esperadas 8 milhões de inscrições e mais de 6 milhões de participantes para o exame.

Provas – A prova do dia 5 (sábado) será de Ciências Humanas e da Natureza e terá 4h30 de duração, enquanto no dia 6 (domingo) os candidatos terão 5h30 para concluir a prova de Redação, Matemática e Linguagens, Códigos e suas Tecnologias.

Os portões abrem às 12 horas, fecham às 13 horas e a aplicação da prova tem início às 13h30 para o público em geral (e às 19 horas para sabatistas).

Continua obrigatório levar caneta esferográfica de tinta preta com corpo transparente e o documento de identidade. Neste ano, o sistema de cartão de presença eletrônico seguirá o mesmo padrão de 2015: o candidato não receberá o cartão impresso em casa e terá acesso a ele pelo site do Inep.

Candidatos que precisam de atendimento especializado – autistas, disléxicos, deficientes intelectuais e pessoas com déficit de atenção, por exemplo – deverão apresentar documentos comprobatórios, com o diagnóstico da condição clínica e a assinatura do médico ou profissional registrado no seu conselho de classe. Quem apresentou a documentação para a prova de 2015 não precisa repetir em 2016.

O Enem também permitirá que travestis e transexuais recebam tratamento pelo nome social, mediante inscrição específica que deverá ser feita entre 1º e 8 de junho, também pelo site.

Segurança – Entre as novidades anunciadas pelo MEC está a criação de uma ficha de identificação biométrica que será preenchida no primeiro ou segundo dia de prova. Segundo o ministro Aloísio Mercadante, a coleta das biometrias dos participantes é uma medida de segurança que procura evitar que terceiros realizem o exame de candidatos inscritos.

Esse ano, o Inep também vai disponibilizar um aplicativo gratuito pra smartphone com todas as informações necessárias para o Enem 2016.

(Da redação)