Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Enem 2013: o drama dos atrasados no 1º dia de prova

VEJA publica gabarito extraoficial da prova, com resolução do Anglo Vestibulares

Leia também:

O que fazer nos dias do Enem

Teste vocacional: escolha sua carreira Atualidades que podem cair no Enem Temas para treinar a redação do Enem Conteúdos mais cobrados desde 2009 Seis formas de usar a nota do Enem Como é calculada a nota do Enem

Todos os anos a cena se repete: às 13h, impreterivelmente, funcionários fecham o portão dos locais de prova e candidatos que chegam com instantes de atraso ficam de fora do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Neste sábado, a situação se repetiu.

Confira os gabaritos extraoficiais:

Primeiro dia de provas

Segundo dia de provas (no fim da tarde deste domingo)

No Rio de Janeiro, a estudante Dominique Mantuano, de 19 anos, chegou um minuto após o fechamento dos portões da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), na Tijuca, zona Norte da cidade. O motivo: ela passou a noite inteira estudando e não consegiu acordar a tempo de fazer a prova.

“Trabalho em uma loja, cheguei em casa ontem à meia-noite e fiquei estudando até às 7h da manhã. Meu plano era acordar às 11h e vir, mas o despertador tocou e acabei desligando sem querer. Então, me atrasei”, disse ela, chorando muito. Dominique pretende realizar o Enem no domingo apenas para treinar redação, já que o sonho de cursar pedagogia terá que ser adiado.

Em São Paulo, o trânsito mais uma vez foi apontado como o grande vilão. Apesar de sair de sua casa no jardim do Morro Verde, zona Oeste da cidade, com mais de 1h30 de antecedência, a estudante Débora Libório, de 18 anos, não conseguiu chegar a tempo de realizar a avaliação. “O ônibus demorou para passar e não imaginava que o trânsito estaria tão ruim”, afirmou.

O trânsito, segundo Gisenilde Dias, de 43 anos, também a impediu de participar do exame. “É inacreditável isso: saí de casa às 10h30”, disse a moradora da Vila São Domingos, no extremo oeste da cidade. “É uma pena que não haja qualquer tipo de tolerância”, lamentou.

Houve também casos de candidatos que não puderam participar das provas do Enem deste sábado porque não se atentaram às regras da avaliação. Em São Paulo, a estudante Gabriela Albuquerque, de 18 anos, se confundiu em relação ao horário de início do exame: “Achei que começava às 14h”, disse ela, que queria cursar química em uma universidade federal.

Já no Rio de Janeiro, alguns participantes levaram documentos errados e, por isso, foram impedidos de fazer a prova. A estudante Dará Medereiros, de 15 anos, foi uma delas: estava apenas com o CPF original e uma cópia de seu RG. “Tirei o CPF só para participar do Enem”, disse. É importante lembrar que só aceitos documentos de identificação originiais e com foto, como RG ou carteira de motorista (desde que não esteja vencida). Os candidatos que levarem cópias, mesmo que autendicadas em cartório, não podem participar da prova.

Provas – Neste sábado, primeiro dia de avaliação, os estudantes respondem a 90 questões de ciências humanas (história e geografia) e ciências da natureza (química, física e biologia). O tempo máximo para realização do exame é de quatro horas e meia, o que significa uma média de três minutos para cada item.

No domingo, os candidatos têm cinco horas e meia para resolver 90 questões de linguagens e matemática, além de realizar a redação. A dissertação é um dos grandes desafios do exame: vale de 0 a 1000 pontos e quem obtém zero fica impossibilitado de disputar vagas pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que seleciona estudantes para instituições públicas de ensino superior, e pelo Programa Universidade Para Todos (Prouni), que concede bolsas de estudo em universidades privadas. Também fica inabilitado de concorrer a vagas em cursos técnicos gratuitos por meio do Sistema de Seleção Unificada para Cursos Técnicos (Sisutec) e de receber o certificado do ensino médio.

Em ambos os dias de prova, os participantes são autorizados a deixar as salas após duas horas do início da avaliação. Contudo, se quiserem levar para casa o caderno de questões não podem sair antes dos 30 minutos finais.

Perfil dos candidatos – De acordo com o Ministério da Educação (MEC), a maioria dos participantes do Enem 2013 é mulher (58,3%). Pela primeira vez, o número de pessoas que se autodeclararam pardas (43,4%) superou o de brancas (39,5%). Já negros representam 12,4% do total. Sudeste foi a região com o maior número de inscritos (2,6 milhões), seguida pelo Nordeste (2,3 milhões).

Orientações – Além de atrasos, há outros “deslizes” considerados imperdoáveis pelo regulamento do Enem e que implicam na eliminação do candidato naquele dia de prova. Confira a seguir as principais regras da avaliação federal e fique atento: