Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Educação é a principal reivindicação de jovens sul-americanos

Um estudo feito nos últimos três anos com jovens da América do Sul constatou que a atual geração é mais escolarizada do que as anteriores. A pesquisa foi coordenada pelos Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas (Ibase), Instituto Polis e outras mais seis organizações. Apesar desse avanço, a educação continua aparecendo como uma das mais fortes demandas entre os jovens da região.

De acordo com os responsáveis pelo levantamento, independente da faixa de escolaridade, os jovens são, em proporção, mais escolarizados que os adultos. Outro aspecto de destaque na pesquisa é a questão do acesso à internet: os jovens desta geração são mais conectados que seus antepassados. Segundo os pesquisadores, a internet é um dado novo que faz parte de uma realidade que se impõe para quem já nasceu em um mundo que tem no computador uma ferramenta social e de trabalho, diferentemente do que ocorria com as gerações passadas.

Além da escolaridade e da conectividade, o estudo abordou ainda outro aspecto: a religião. A percepção é que os jovens de hoje têm fé, mas não assumem uma religião. Acreditam em alguma coisa, mas não têm uma crença definida.